O GitLab sofreu uma exclusão acidental de dados.Foto: flickr/ttkgeek

O gerenciador de repositório de software GitLab está fora do ar por causa de uma aparente grande falha na restauração de backup após a exclusão acidental de dados.

Inicialmente, o serviço passou por lentidão e problemas de estabilidade, o que levou a uma interrupção na terça-feira, 31.

A questão se transformou em uma manutenção emergencial de banco de dados depois que os dados foram excluídos acidentalmente.

Depois, a empresa passou por uma uma aparente falha na restauração os dados de backups, de acordo com uma série de tweets da conta @GitLabStatus.

“Apagamos dados de produção acidentalmente e talvez tenhamos que restaurar a partir do backup”, postou a GitLab na noite de ontem.

O banco de dados afetado inclui problemas e solicitações de mesclagem, mas não repositórios e wikis, de acordo com as atualizações.

Desde o acidente, a empresa vem atualizando o status de recuperação dos dados. A última postagem, feita perto das 12h30min desta quarta-feira, indica que o processo está 86% concluído.

Para o TechCrunch, o elevado nível de detalhe fornecido pela empresa sobre o incidente é pelo menos um ponto positivo na confusão.

O GitLab foi fundado em 2014 em São Francisco e arrecadou cerca de US$ 25,6 milhões até hoje. A companhia tem cerca de 100 funcionários, muitos dos quais trabalham remotamente.

O GitLab compete com várias outras plataformas de gerenciamento de código para equipes de desenvolvimento - como o GitHub e Atlassian - mas atraiu investidores devido à sua torção open source no repositório de código e no modelo de ferramenta de colaboração, que permite aos usuários adaptar a plataforma para melhor atender às suas necessidades.

Além das ofertas gratuitas de comunidade e SaaS, o GitLab permite que os clientes empresariais executem sua plataforma em seus próprios servidores, por meio da Enterprise Edition paga. Os clientes para o produto pago incluem IBM, Macy, ING, NASA e VMWare.

 

Atualização às 16:50: O GitLab publicou no Twitter que voltou ao ar às 16h.