Cammila Yochabell, CEO da Jobecam.

A Jobecam, plataforma de recrutamento que usa recursos de vídeo, acaba de receber um investimento de valor não revelado pela BRQ.

Com cerca de 2 mil funcionários espalhados em oito unidades e uma das maiores em serviços de TI no país, a BRQ é uma grande cliente potencial para uma empresa como a Jobecam.

A marca já era cliente da Jobecam, uma startup que vem chamando atenção.

"A BRQ já vem atuando em decisões estratégicas junto ao board da Jobecam, com o foco de melhorias contínuas na tecnologia para que a plataforma escale de forma sustentável e segura, principalmente por já ser reconhecida como a melhor plataforma de vídeo recrutamento do mercado brasileiro", afirma Cammila Yochabell, CEO da Jobecam.

Yochabell é uma executiva com experiência na área de RH que também trabalhou na Sage, multinacional inglesa de software de gestão.

Além do novo aporte, a Jobecam acaba de ser selecionada para o programa de aceleração do Facebook com a Artemísia, na Estação Hack, primeiro centro para inovação criado pela rede social americana no mundo para impulsionar startups de impacto social.

Em julho do ano passado, a startup recebeu um aporte financeiro da People+Strategy, consultoria empresarial focada em planejamento estratégico e desenvolvimento humano.

 A Jobecam também foi selecionada para participar do programa de aceleração virtual da Oracle, chamado de ScaleUp, pelo qual recebeu orientações, suporte de P&D, mentoria de marketing e vendas, assistência de migração, além de créditos e descontos na nuvem e acesso aos ecossistemas de clientes e produtos da Oracle.

Meses depois, a Oracle lançou um processo seletivo inédito, com uso das chamadas “entrevistas cegas”, nas quais o RH fala com os candidatos sem terem acesso aos nomes e histórico acadêmico, pela Internet. É possível que a tecnologia usada seja da Jobecam.

Para candidatos, a Jobecam oferece uma área para gravação de vídeos-currículo de até 30 segundos (modelo free) e 90 segundos (modelo premium). O vídeo pode ser compartilhado em diversos outros canais e recrutadores.

Já empresa pode tanto selecionar alguns dos currículos dentro da plataforma como convidar candidatos para a realização de entrevistas gravadas. 

Os áudios dos vídeos entrevistas são transcritos e o sistema realiza um cruzamento de informações ranqueado dos profissionais em relação ao termos mais desejados pelas empresas.