Embraer é uma gigante de aviação. Foto: Divulgação.

A Embraer fechou um contrato com a Salesforce para usar o software de gestão de relacionamento com clientes (CRM, na sigla em inglês) da multinacional americana.

A fabricante de aviões brasileiros implantou o Sales Cloud, Service Cloud, Marketing Cloud, Community Cloud, Analytics e a Salesforce Platform. 

Com as soluções, a Embraer passou a centralizar as informações de cada um de seus aviões comerciais que, antes, se encontravam distribuídas em 80 bancos de dados diferentes.  

Ainda de acordo com nota da SalesForce, a Embraer vinha usando “processos manuais e sistemas desatualizados” para gerenciar os seus negócios nos mercados da aviação comercial, militar e executiva. 

Agora, com as soluções da SalesForce, a Embraer conseguiria compreender rapidamente a situação de cada aeronave e antecipar as potenciais necessidades das companhias aéreas. 

“Assim, ela oferece uma interação mais proativa, desde o momento da prospecção inicial, passando pela compra da aeronave e chegando aos serviços de manutenção ao longo de todo o ciclo de vida dela”, afirma a SalesForce em nota.  

A expressão “ciclo de vida” é importante aqui, porque a Embraer, assim como outras grandes empresas donas de produtos complexos e com tempo de uso longo, é um cliente típico dos chamados softwares de gerenciamento de ciclo de vida do produto (PLM, na sigla em inglês).

De fato, a empresa tem, até onde é sabido, pelo menos dois sistemas do tipo, um da Dassault Systèmes e outro da PTC, dois dos principais players desse mercado.

O primeiro deles foi implementado em 2011 para produção dos jatos executivos Phenom e Legacy 500. Dois anos depois, em 2013, a empresa decidiu adotar também produtos da PTC para o resto da linha de produtos, mantendo o já adquirido Dassault Systèmes.

A Embraer também usa uma versão altamente customizada do sistema de gestão da SAP.

Os softwares da Dassault Systèmes e PTC são usados para o design dos aviões, com os chamados softwares de CAD, mas as empresas vendem uma visão mais ampla que desenho industrial, incluindo também gestão de documentos, de software embarcado, de manutenção e outros aspectos, gerando um ciclo que retroalimenta a produção.

A nota da SalesForce não menciona a relação com esses outros softwares, mas os termos em que ela descreve suas atribuições na Embraer (mesmo dando um desconto para o marketing típico de releases) entra dentro daquilo que as empresas de PLM costumam descrever com o seu território. 

Aparentemente, a gigante de CRM invadiu o campinho das companhias de PLM.