NUVEM

Orient: disaster recovery com Mandic

01/12/2017 15:58

Mauricio Cascao, CEO da Mandic. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Orient Relógios, empresa de origem japonesa que fabrica e vende relógios, contratou soluções de disaster recovery e comunicação com a Mandic Cloud Solutions.

A Orient está presente em mais de 200 países, inclusive no Brasil, onde conta com uma fábrica em Manaus. A operação local necessita de contato praticamente diário com a matriz, o que gera um acervo de dados e processos em seu servidor - que por muitos anos possuía apenas como solução o backup para reaver informações alocadas no servidor.

Com o passar do tempo a filial brasileira percebeu a importância de se ter um ambiente de contingência, onde fosse possível evitar falhas de seu ambiente em caso de desastres, fossem eles naturais ou não.

“Percebemos que o volume de interrupções severas em sistemas críticos na prestação de serviços devido a fatalidades como interrupção de energia, indisponibilidade de links de dados ou incidentes de infraestrutura relativas a servidores ou data center é algo relativamente comum”, constata Arnaldo Tomita Fuziy, gerente de TI da Orient.

Assim, a Mandic Cloud Solutions ofereceu um plano de soluções em cloud, entre elas o Disaster Recovery. 

Com ele, é possível fazer uma análise de riscos, ameaças e vulnerabilidades no ambiente de TI da companhia e estruturar um plano de continuidade do negócio.

Outra solução que a Mandic Cloud disponibilizou foi o Mandic Mail, um pacote de serviços de e-mail em nuvem que garante a sincronização de contatos, compatibilidade com diversos dispositivos e segurança em caso de perda de dados.

“Estamos muito satisfeitos com a implementação do serviço. Antes de termos um plano de contingenciamento, perdíamos muito tempo restaurando o servidor e agora, com plano de recuperação proposto pela Mandic Cloud, fazemos isso em poucas horas, o que nos garantiu uma melhor otimização do nosso tempo de trabalho”, ressalta Fuziy.

A Mandic, capitalizada por um aporte de R$ 100 milhões da Riverwood em 2012 e outro de valor não revelado da Intel Capital no final de 2013, tem planos de se tornar um player relevante de cloud computing no mercado brasileiro.

Com sede em São Paulo, a Mandic tem filiais em Curitiba, Porto Alegre e Rio de Janeiro. A empresa tem 13 mil clientes, 6 mil servidores, mais de 1 milhão de contas de e-mails e 200 profissionais especialistas em cloud computing.

Em junho, a Mandic anunciou a aquisição de toda a área de prestação de serviços de nuvem da Ascenty, maior empresa de infraestrutura de data center do Brasil. O objetivo é utilizar a infraestrutura de data center e conectividade da Ascenty para oferta de serviços na nuvem.

Veja também

DELOITTE
TI lidera lista de PMEs que mais crescem

Das 100 companhias citadas na pesquisa, 37 são do setor de tecnologia.

SERVIÇOS
Mandic compra unidade da Ascenty

A Mandic Cloud Solutions adquiriu a área de prestação de serviços de nuvem da Ascenty.

NUVEM
BBM troca Azure por Mandic

O projeto incluiu todos os sistemas da BBM, que inclui Sinap, Sinag e sistemas de licitações BBMNet.

CLOUD
Giudice, ex-Bestway, está na Mandic

O executivo já foi VP de Serviços da Cimcorp e CEO da Softcorp.

INFRAESTRUTURA
Raiz Educação migra para nuvem da Mandic

O processo foi realizado em 10 dias.

CLOUD
Fox Film migra para nuvem com Mandic

A implementação dos serviços de infraestrutura em nuvem foi feita em um mês.

ATACADO
ResellerClub reforça time no Brasil

Ex-Mandic e Locaweb assumiu a empresa do grupo Endurance no Brasil.