Philips usa solução SaaS da Invoiceware. Foto: divulgação.

A Philips Brasil, divisão da multinacional voltada a serviços e produtos de saúde, iluminação, entretenimento, entre outros adotou a solução TrustFiles da Invoiceware para o suporte ao seu sistema de nota fiscal eletrônica (NF-e), e integração com seu ERP.

Realizado pela KFBC IT consulting, parceira da invoiceware do Brasil, o projeto dividiu-se em duas fases, a partir da emissão de NF-e de saída, que usava o o módulo GRC da SAP.

Foram necessários três meses para concluir a implementação e integração de todos os ambientes para a nova solução, que funciona no modelo SaaS.

Segundo Alexandre Quinze, CIO e Líder de Excelência Operacional para a América Latina da Philips, o software escolhido oferece suporte ao sistema de NF-e tanto em ambiente SAP quanto a uma ampla gama de soluções ERP.

“A solução oferece contingência automática, e isso dá segurança. Também não demanda manutenção interna, portanto não precisamos usar nossas equipes de TI para isso”, afirma.

Além disso, o fato do software não exigir licenciamentos caros em razão do modelo SaaS também contou na decisão do executivo.

“Tivemos uma redução de 80% em nossos custos ao implantar a ferramenta TrustFiles. Pagamos somente o custo da solução, sendo que toda a infraestrutura é fornecida pela Invoiceware”, resume Quinze.

Além disso, a companhia divulgou que conseguiu um aumento de 25% de produtividade entre os colaboradores depois que o novo programa foi adotado em todas as unidades da multinacional no Brasil.

“Nosso maior desafio era que a Philips tinha uma estratégia de arquitetura global de TI baseada no ERP, e a nossa missão foi quebrar o paradigma de que tudo tem que ser pensado assim”, conta o CIO.

Para Quinze, outro desafio foi convencer a matriz da empresa, sediada na Holanda, sobre a confiabilidade do TrustFiles. Segundo o executivo, um equipe da empresa veio da europa para auditar a solução.

"O time internacional não apenas aprovou a adoção do sistema, como permitiu que essa implementação fizesse parte da nossa arquitetura global”, revela o CIO.

O resultado da implementação nas unidades brasileiras abriu uma oportunidade de implantá-lo em outros países como o México, Colômbia e outros países da América Latina, onde a Philips também desenvolve suas operações e a Invoiceware também atua.