4G na ascendente. Foto: divulgação.

Um balanço divulgado pela Anatel apontou um crescimento acentuado do uso da tecnologia 4G em dezembro do ano passado, em relação ao mesmo período em 2013.

Segundo dados da agência erguladora, os acessos via 4G tiveram um aumento de mais de cinco vezes, saltando para 6,765 milhões. Com esta marca, o 4G agora é maior do que as de terminais de dados (tablets e modems), que finalizaram 2013 com 6,433 milhões de acessos.

O crescimento foi bastante notado na temporada de Natal, com um pico de compra de aparelhos habilitados para a tecnologia LTE. De novembro para dezembro houve crescimento de quase 1 milhão de acessos somente nessa tecnologia, um aumento de 17,03%.

De acordo com o levantamento, Vivo e TIM compõem a maior parte do market share de 4G. Somadas, as duas operadorasdetêm mais de dois terços de toda a base, formando uma fatia de 69,16% d mercado.

Líder em número de clientes da tecnologia, a Vivo fechou o ano com o maior crescimento em dezembro, com 21,55% de aumento sobre novembro e um total de 2,629 milhões de acessos. Segundo dados do Teleco, a operadora também lidera na cobertura, atendendo a cerca de 140 municípios no país. 

Segunda colocada, a TIM passou em dezembro a barreira de 2 milhões, chegando a 2,049 milhões de acessos - um crescimento de 15,28%. A cobertura da operadora é menor, com 45 municípios, mas com grande concentração nas capitais.

A Claro teve um crescimento menor: de 12,65%, totalizando 1,348 milhão de acessos. A Oi, por sua vez, é a única das quatro grandes que possui menos de 1 milhão de acessos: são 541,8 mil, crescimento de 7,07%. 

A Nextel também aparece no ranking, de forma tímida devido à sua atuação restrita - a companhia só tem o serviço de 4G no Rio de Janeiro. Mesmo assim, a empresa registrou 196,2 mil acessos, aumento de 43,20%. A Sercomtel aparece na lanterna, com parcos 751 acessos.

Mesmo com o crescimento considerável do 4G, o uso da tecnologia 3G ainda lidera no número de usuários, ainda registrando índices de crescimento  - em dezembro chegou a 144,668 milhões de acessos, um aumento de 3,29% sobre novembro.

Já as conexões de terminais de dados de banda larga retraíram 0,09% e totalizaram 6,433 milhões. Juntando essas tecnologias com o LTE, o Brasil registra um total de 157,867 milhões de acessos de banda larga móvel, um crescimento mensal de 3,67%. Comparando com dados de janeiro, essas conexões cresceram 48,38%.

A queda ficou por conta dos acessos GSM (2G), que tiveram recuo de 4,58%, fechando o ano com 112,982 milhões de linhas.

No total, o Brasil fechou 2014 com 280,73 milhões de linhas ativas, um aumento de 3,55% em relação a dezembro de 2013 e de 0,09% em relação a novembro (258,5 mil acessos).