Daniel Magalhães. Foto: divulgação.

A Ativas Data Center, empresa de infraestrutura de TI pertencente aos grupos mineiros Asamar e Cemig, está implementando uma solução para gerenciamento de ambiente de computação em nuvem da IBM.

Produto de um investimento de R$ 2,2 milhões, o projeto envolve a implementação do IBM Cloud Orchestrator (ICO), para otimizar o gerenciamento em nuvem para as ofertas de TI da companhia.

A solução da IBM integrará as ferramentas de gestão dos serviços de cloud da Ativas, tais como medição, contabilidade e monitoramento.

"O software funciona baseado em padrões abertos e utiliza uma interface de fácil manuseio, que agiliza o gerenciamento de nuvens públicas, privadas e híbridas, reduzindo de semanas para dias a implementação de novos serviços", afirmou a companhia em nota.

Além disso, a nova solução servirá como base para a criação de um novo portal de gerenciamento do ambiente de TI, oferecendo aos seus clientes uma nova gama de serviços.

Segundo Daniel Magalhães, superintendente de tecnologia da Ativas, o ICO ajudará a proporcionar um crescimento sustentável com maior autonomia, precisão e disponibilidade para oferta de serviços como infraestrutura, plataforma, backup e storage.

"Esperamos aumentar em 50% as vendas com essas novas ofertas em 2016”, afirma o executivo.

O investimento da Ativas em orquestração de nuvem vem no rastro de uma série de outras implementações feitas pela empresa para impulsionar seu portfólio cloud. No decorrer de 2015, a companhia realizou aportes de mais de R$ 10 milhões, com foco no desenvolvimento de novos produtos e melhoria da prestação de serviços.

Segundo a empresa, o investimento é reflexo de uma demanda dos clientes, e principal gatilho de crescimento para empresa, que teve um um crescimento de 20% em 2014 e estimou um faturamenteo de mais de R$ 70 milhões em 2015.

Além da solução da IBM, a companhia implementou novos appliances de storage, comprados da NetApp. Segundo Milton Bonservizzi, CEO da Ativas, aumentar a capacidade de gerenciamento de seus serviços cloud auxiliará na criação de novas ofertas em virtualização, cujo portfólio já corresponde a cerca de 40% do faturamento da empresa - 60% ainda são de host e colocation.

No início de janeiro, a Ativas recebeu um investimento de aproximadamente R$ 34 milhões da Cemig Telecom, aumentando seu capital social e reforçando as contas para possíveis investimentos adicionais.

Controlada pelos grupos Asamar e Cemig, a Ativas oferece serviços focados em infraestrutura e serviços de gestão de TI, contando com um data center em Belo Horizonte e escritórios comerciais em São Paulo, Curitiba e Porto Alegre.