Com 18 e 19 anos, Pedro Franceschi e Henrique Dubugras, da Pagar.me, são os mais jovens da lista. Foto: Divulgação.

A Forbes Brasil organizou uma lista de 30 pessoas abaixo de 30 anos consideradas destaques no país em 2015. O relatório é inspirado no “30 under 30”, realizado pela Forbes americana há 4 anos. Entre atrizes, como Marina Ruy Barbosa, e cantores, como Luan Santana, a publicação também inclui fundadores de startups de tecnologia. 

Os fundadores do Passei Direto, Rodrigo Salvador e André Simões, fazem parte das escolhas da Forbes. Eles têm 25 e 28 anos, respectivamente, e são graduados pela PUC-Rio. Simões é formado em engenharia da computação e Salvador, em administração. 

O Passei Direto é uma rede social de estudos para universitários que tem mais de 450 mil arquivos em diversas disciplinas para serem compartilhados. No final do ano passado, a rede de estudos lançou o spin-off Passei Direto Jobas, que permite que os universitários encontrem vagas em empresas.

A CEO da Tysdo, Roberta Vasconcellos, de 26 anos, também integra a lista. O app foi nomeado a partir da frase “Things you should do”.  Nele, o usuário é encorajado a listar seus desejos e compartilhá-los no próprio Tysdo e no Facebook. Depois, as pessoas podem postar incentivos, receber dicas sobre as vontades e comemorar os objetivos atingidos. 

Rafael Belmonte e Daniel Arcoverde, de 25 anos, são os fundadores da Netshow.me e estão na publicação da Forbes. Voltada ao mercado de músicos, comediantes e blogueiros, a plataforma realiza transmissões ao vivo e permite aos artistas se apresentarem online e serem remunerados. 

Além de ter acesso a um conteúdo exclusivo, a audiência também pode interagir de forma bem próxima aos seus artistas favoritos e apoiar financeiramente suas apresentações. Os artistas podem recompensar seus principais apoiadores com prêmios diversos. As transmissões são sempre ao vivo e nunca são arquivadas. 

Com 18 e 19 anos, Pedro Franceschi e Henrique Dubugras também foram escolhidos para a lista. Juntos eles fundaram o Pagar.me. Os dois foram aprovados para a universidade de Stanford, na Califórnia, mas decidiram deixar o plano em stand by para investir na startup de pagamentos digitais.

Criada em dezembro de 2013, a Pagar.me possui cerca de 200 clientes. O sistema intermedeia pagamentos de lojas on-line. A plataforma inclui o contato junto a bandeiras de cartão de cartão de crédito e a bancos, além de sistema antifraude. 

Outro destaque da Forbes é João Pedro Motta, de 19 anos, que criou o serviço de streaming de música gratuito Plaay. Fundada no ano passado, a plataforma tem cerca de  800 mil usuários mensais. Motta recusou ofertas de emprego no Twitter e no Google antes de fundar a startup.

Os fundadores da Betalabs, Felipe Cataldi e Luan Gabellini, de 25 anos, também estão na publicação. Fundada em 2011, a Betalabs é especializada no desenvolvimento de plataforma e-commerce e sistemas de gestão empresarial (ERP) em cloud computing. 

A empresa faturou R$ 4 milhões em 2014, o dobro do registrado no ano anterior. Para 2015, a meta da empresa é dobrar novamente a receita atual, chegando a R$ 8 milhões.

Na lista da Forbes americana aparecem nomes como James Harden, jogador de basquete do Houston Rockets; Alan Schaaf, fundador do Imgur; e a atriz Blake Lively.