Mais rotas na água. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

Com aproximadamente um ano e meio de operação, o transporte hidroviário em Porto Alegre será ampliado, devido ao sucesso junto ao público - com mais de 1 milhão de passagens vendidas.

Os catamarãs, que começaram com uma linha entre Guaíba e Porto Alegre, agora chegarão à zona sul da capital, no bairro Cristal, e à Ilha da Pintada, no bairro Arquipélago, segundo revela o jornal Zero Hora.

Uma nova estação fluvial está em fase de finalização em frente ao BarraShoppingSul, no Cristal. A previsão, segundo a Catsul, empresa responsável pelo serviço, é de que terminal seja inaugurado nos próximos 15 dias, iniciando a rota centro-zona sul.

Na Ilha da Pintada, os estudos para a implantação de dois terminais estão prontos, e a previsão para o início da rota é ainda para o primeiro semestre deste ano.

Atualmente, o serviço dos catamarãs apenas contam com uma linha e duas paradas, uma no centro de Porto Alegre, no Cais Mauá, e outra em Guaíba. Diariamente, dois barcos fazem a rota, transportando cerca de 2,2 mil pessoas em 37 viagens. A passagem sai por R$ 7,25.

Segundo a Catsul, o terminal no bairro Cristal facilitará ainda mais o acesso dos moradores de Guaíba à Capital, e poderá desafogar o trânsito de ônibus e veículos do centro rumo à zona sul.

De acordo com a empresa, as passagens da rota centro-zona sul ficarão em torno de R$ 5, enquanto o trajeto zona sul-Guaíba ficará em R$ 7,25. O trajeto centro-Ilha da Pintada deve sair por R$ 3.

Inicialmente, os catamarãs farão uma média de 15 paradas por dia na estação Cristal, afirma Carlos Bernaud, diretor da Catsul:

"Acreditamos que uma média de 300 a 500 pessoas utilizarão o serviço diariamente, mas isso só saberemos depois que ele começar a funcionar", afirmou.