55% das empresas planejam adotar projeto de Big Data em um futuro próximo. Foto: flickr.com/photos/bluesquarething

Um estudo global realizado pela Competitive Edge Research e patrocinado pela Dell, com empresas de 2 mil a 5 mil funcionários, identificou que 41% delas têm um ou mais projetos de Big Data implementados. Além disso, 55% planejam adotar esse tipo de projeto em um futuro próximo.

O estudo, que ouviu 300 CIOs, mostra que a grande motivação do sucesso de projetos de Big Data é a necessidade de contribuir com o crescimento dos negócios. 

Nesse sentido, 80% dos entrevistados citaram que precisam melhorar a análise da crescente quantidade de dados que circulam na organização. 

Os três principais objetivos dessa otimização são aprimorar a qualidade dos produtos, endereçar oportunidades de negócio e acelerar a tomada de decisões. 

Na sequência aparecem como focos das organizações conseguir um melhor entendimento da necessidade dos clientes, ter habilidade para responder rapidamente aos desafios competitivos, e aumentar a eficiência das ações de marketing.

Já entre as empresas que implementaram projetos de Big Data, 89% delas reportam uma melhoria significativa na tomada de decisões. 

Os entrevistados ainda esperam que o orçamento para Big Data aumente para cerca de US$ 6 milhões nos próximos dois anos – contra uma média atual de US$ 2 milhões a US$ 5 milhões -, com ampliação de investimentos em hardware, software e treinamento.

O estudo identificou que as companhias entrevistadas que têm projetos de Big Data estão mais satisfeitas com a produtividade e a tomada de decisões. 

Como exemplo, 50% das corporações com esse tipo de iniciativa se disseram satisfeitas com a qualidade e a velocidade na tomada de decisões, contra 23% das que ainda não implementaram Big Data. 

Da mesma forma, entre as que já usam essa tecnologia, 49% estão satisfeitas com a capacidade de melhorar a qualidade do produto e 47% com a habilidade para identificar e tirar vantagem de oportunidades de negócios contra, respectivamente, 32% e 24% entre as que não têm a solução.

A colaboração entre as áreas de TI e negócios é o pré-requisito mais citado pelos entrevistados para o sucesso dos projetos. 41% dos entrevistados indicam que a forte cooperação entre as duas unidades é essencial para as iniciativas serem bem-sucedidas.

Outro fator fundamental para o sucesso desse tipo de projeto, citado por 37% dos entrevistados, é uma forte conexão entre a análise de dados e o gerenciamento da performance das organizações. Já 33% destacaram a importância de ter conhecimentos específicos na equipe e 32% citaram uma documentação completa e acurada dos requerimentos de negócio.

A interação entre a análise de dados e o gerenciamento de performance é outro fator importante para o sucesso dos projetos. Citado por 37% dos entrevistados, gerenciar a complexidade de dados permanece um obstáculo significativo para abranger plenamente os benefícios potenciais de uma abordagem orientada por dados.

Outro estudo, divulgado no início do ano pela Frost & Sullivan, apontou que o mercado brasileiro de big data e analytics deve movimentar US$ 965 milhões em 2018.

Em 2013, o segmento somou US$ 242,6 milhões.