Um dia de stress para os clientes da CloudFlare. Foto: Pexels.

A CloudFlare, uma das maiores empresas de content delivery network do mundo, teve um problema técnico nesta terça-feira, 02, causado a queda de milhares de sites em todo o mundo, incluindo no Brasil.

Os sites ficaram fora do ar, com o aviso “502 Bad Gateway”. De acordo com o painel de informações de suporte da CloudFlare, as cidades afetadas no Brasil são Curitiba, Fortaleza, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo.

Conhecidos pela sigla CDN, o tipo de solução oferecida pela CloudFlare funciona como uma camada de proteção para os sites, servindo para evitar ataques de DDoS e garantindo disponibilidade para os usuários.

A CloudFlare é uma das grandes fornecedoras nesse mercado, junto com a Akamai Technologies e as soluções focadas no assunto da AWS, IBM, Microsoft e outros.

O CEO da Cloudflare, Matthew Prince, explicou no Twitter que os problemas foram causados por um pico de uso de CPU, que causou a queda dos sistemas primários e de backup, impactando todos os serviços. 

Prince disse que a causa ainda está sendo investigada, mas que não foram encontrados sinais de que o problema seja relacionado a um ataque - o que seria problemático para uma empresa cujo negócio é vender proteção contra ameaças.

Em um post no blog mais tarde, a equipe da empresa apontou como causa um problema de instalação de software. A falha teria durado meia hora.