Rede tem 15 lojas localizadas em São Paulo. Foto: Pexels.

A Depósito da Lingerie, rede varejista de moda íntima, adotou o ERP da Data System, empresa especializada no desenvolvimento software de gestão para lojas de calçados e roupas, em suas 15 lojas localizadas em São Paulo. 

Segundo a empresa varejista, a principal motivação para trocar o sistema surgiu da necessidade de ter mais controle sobre os dados dos clientes e das operações. A empresa não revelou qual era o fornecedor anterior.

“Este é o melhor momento para investirmos em um novo sistema, pois ele dará indicadores para decidimos com assertividade, sem contar a possibilidade de integrá-lo com diferentes plataformas, o que é essencial para o nosso negócio”, Marcelo Doria, diretor comercial do Depósito da Lingerie.

O software pode ser integrado, por exemplo, com ferramentas para pagamento por carteiras digitais e links, checkout mobile, além de plataformas de e-commerce e CRM.

A conquista do novo cliente é parte do resultado de uma campanha da empresa de ERP para migrar clientes da concorrência.

Segundo a Data System, a estratégia é promover uma redução de até 80% no custo de implementação, além da garantia de colocar o sistema no ar no período de 45 a 90 dias. Ela está mirando em empresas de todos os portes.

Com a proposta comercial facilitada, a Data System aposta que mais companhias possam aderir à migração para investir em um sistema especializado no segmento.

A empresa conta ter identificado que o setor está buscando novas tecnologias para atender necessidades que foram potencializadas ou geradas a partir da crise da Covid-19, mas ao mesmo tempo estão descapitalizadas para investir em virtude do impacto que tiveram em seus caixas durante o fechamento do comércio.

“Essa viabilização financeira para apoiar o mercado na evolução tecnológica só é possível devido à excelente taxa de retenção de clientes que construímos com parcerias duradouras”, afirma Rodrigo Roland, CEO da Data System.

Há 25 no mercado, a Data System atende 925 clientes com mais de 2,2 mil lojas em 20 estados do Brasil, totalizando mais de 35 mil usuários. Entre as empresas, estão varejistas como Constance, Lojas ÉD+, Humanitarian, Elmo, Éconis e Estrela.