Companhia distribui portfólio através de frota terceirizada. Foto: divulgação.

O Grupo Copobras, especializado no mercado de descartáveis e de embalagens Pet Food, adotou as soluções da Lincros, startup voltada ao segmento de logística de transportes, para digitalizar seu processo de contratação e gestão de fretes.

As soluções de gestão e auditoria de fretes da Lincros foram implementadas ao longo de 2019 na companhia, exigindo alterações nas rotinas, que incluem frota terceirizada.

“Um dos grandes desafios foi a padronização no envio de documentos por parte das transportadoras, que precisaram se adequar à nossa forma de trabalho. Antes não havia esse padrão e era isso o que dificultava todo o restante do relacionamento com as equipes terceirizadas”, conta Jorge Eduardo Ferreira, gerente de logística do Grupo Copobras.

Com os novos sistemas, a empresa agora realiza relatórios personalizados e automatizados, além de contar com indicadores de performance.

“Passamos a ter e entregar mais dados em tempo real, oferecendo mais transparência, segurança e rastreabilidade. Esses são pontos chaves para uma resposta mais eficiente ao cliente, o que traz benefícios para toda a cadeia e para o negócio”, observa Larissa Schmoeller Acordi, analista de Logística da empresa.

Segundo a companhia os ganhos na digitalização do processo logístico também estão relacionados à previsibilidade das demandas e, principalmente, à eficiência.

“Conseguimos desenvolver a atividade de forma mais ágil e elaborar as melhores estratégias com o leque de informações disponíveis. O trabalho manual é mais difícil, já que lidamos com um volume significativo de dados e cálculos complexos”, conta Ricardo Cemin Rodrigues, analista de logística do Grupo Copobras.

Fundado em 1970, o Grupo Copobras tem unidades em seis estados de diferentes regiões: Santa Catarina, Minas Gerais, Paraná, Paraíba, São Paulo e Amazonas.

A Lincros foi fundada em 2012 e tem um TMS na nuvem que é integrado ao ERP dos clientes. Hoje a startup monitora mais de 20 mil veículos que circulam pelo país, com mais de R$ 1,7 bilhões em conta frete passando por soluções da empresa.