O Carrefour espera ampliar seu ecossistema de pagamentos, distribuição de produtos e serviços digitais no Brasil. Foto: Divulgação.

O Grupo Carrefour Brasil acaba de anunciar a entrada no capital da fintech Ewally, empresa especializada em serviços financeiros digitais. Com a compra de 49% da startup, o grupo varejista espera ampliar seu ecossistema de pagamentos, distribuição de produtos e serviços digitais no Brasil.

O acordo prevê a opção de compra do controle após três anos.

Com atuação no segmento de serviços financeiros digitais, a Ewally tem diversos serviços já em operação, que tem como foco principal proporcionar uma nova experiência de uso do dinheiro, principalmente para a população que não tem acesso ao sistema financeiro. 

“Atualmente, um a cada três brasileiros ainda é desbancarizado, o que significa mais de 45 milhões de pessoas. Esse grupo movimenta, anualmente, cerca de R$ 800 bilhões e é essa fatia da população que queremos alcançar com esta solução inclusiva. Com a nossa conta digital, conseguiremos oferecer uma série de benefícios a uma gama ainda maior de pessoas, que hoje não têm acesso aos nossos cartões Carrefour e Atacadão”, afirma Carlos Mauad, CEO do Banco Carrefour.

A oferta da conta digital acontecerá por meio de um aplicativo que permitirá aos clientes pagar contas, transferir dinheiro, realizar cobranças e recargas. 

Os serviços são, em sua maioria, gratuitos. Eles podem ser acessados, inclusive, por quem tem restrições de crédito no nome. 

“Esta parceria estratégica com a Ewally nos permitirá desenvolver uma série de soluções financeiras que irão facilitar a jornada de compra dos nossos clientes B2B e B2C em todo o ecossistema Carrefour. Com o desenvolvimento de tecnologia de ponta da startup, vamos democratizar o acesso a serviços financeiros a atuais e novos clientes”, reitera Paula Cardoso, CEO do Carrefour E-business Brasil.

A conclusão da operação está sujeita ao cumprimento de condições precedentes.

O fundador e CEO da Ewally é André Cunha, que tem um longo histórico de empreendedorismo. Antes de criar a fintech, em 2011, também fundou as empresas Elef (focada na produção de smartphones), DirectNet (provedora de internet) e Brightpoint (distribuidora de celulares).

Há mais de 40 anos no país, o Grupo Carrefour Brasil conta com os formatos Carrefour (hipermercado), Carrefour Bairro e Carrefour Market (supermercado), Carrefour Express (varejo de proximidade), Carrefour.com (e-commerce), Atacadão (atacado e atacado de autosserviço) e Supeco (atacado de autosserviço de proximidade), além de postos de combustíveis e drogarias. 

Com faturamento de R$ 56,3 bilhões em 2018 e mais de 84 mil colaboradores no Brasil, a empresa é a segunda maior operação dentre os países nos quais o Grupo Carrefour opera. 

A aquisição da Ewally é mais uma iniciativa que se encaixa no projeto de transformação digital do Carrefour.

Em maio, a organização lançou mais um canal de atendimento com a criação da assistente virtual Carina (Carrefour Inteligência Artificial). A solução foi desenvolvida pela unidade Services Digital do Grupo Services. 

O sistema faz parte da estratégia One Carrefour, lançada em janeiro de 2018, que busca ter uma visão única sobre os clientes do grupo, independentemente dos formatos de interação, além de dar acesso a todos os serviços por meio de qualquer canal de relacionamento.      

No ano passado, o trabalho gerou iniciativas como uma nova plataforma de atendimento do call center para as operações de varejo, o Centro de Excelência para gerenciamento das mídias sociais e um canal de chat para todos os clientes do e-commerce e do Cartão Carrefour. 

Em 2019, a empresa iniciou um piloto para gerenciar as interações do Google Meu Negócio. Em março, a solução foi lançada para todas as lojas da rede. Serão aproximadamente 25 mil novos atendimentos por mês por meio desse canal.