Alan Guimarães e Carlos Rossinoli. Foto: Divulgação.

A DI4U, startup do setor de experiência do consumidor, tem Carlos Rossinoli como novo sócio da operação.

Ele chega à empresa após atuar por quase três anos na Mutant, onde foi diretor de operações. A empresa de software e serviços para call centers foi criada em 2016 a partir da divisão da operação brasileira da americana Genesys, a Genesys Prime.

Rossinoli já atuava na Genesys desde 2012, onde foi gerente de PMO sênior.

A DI4U foi fundada há dois anos por Alan Guimarães, que também tem passagens por Mutant e Genesys.

O negócio da DI4U é criar, implantar e fazer a gestão de interfaces digitais, identidade de voz e sonora. A previsão da empresa é faturar R$ 1,5 milhão, além de crescer 25% em 2020.

De acordo com Guimarães, a empresa busca melhorar a experiência de consumidores que ligam para uma empresa com o objetivo de resolver um problema ou buscar uma informação.

"Isso costuma demorar cerca de 20 minutos. Em nossos clientes, esse tempo cai para 4 minutos", garante.

Para isso, a DI4U implanta cerca de 7 mil diálogos nas interfaces. O consumidor recebe a informação, em algum ponto de sua jornada, que está falando com um robô. No entanto, o sistema não elimina a possibilidade de contato humano. 

"A ideia é que ele consiga resolver tudo sem perda de tempo. O que se pretende é que ele só fale com o atendente se e quando for absolutamente indispensável", salienta Rossinoli.

Com 18 colaboradores, a DI4U atende a 15 clientes dos segmentos de call center, mídia, varejo, finanças, comunicação e energia.