Moacir Cardoso, CEO da NeoGrid. Foto: Divulgação.

A Neogrid, líder brasileira no mercado de gerenciamento de cadeia de suprimentos (SCM, na sigla em inglês), embarcou tecnologia de Business Intelligence da MicroStrategy em seus produtos.

O acordo envolve as soluções de Retail Insights e Distribution Insights da Neogrid, focadas em varejo e distribuição de produtos. 

Na base de dados do Retail Insights, encontram-se, por exemplo, 70% dos dados de estoque e vendas do Brasil, com nível de informação diária, graças ao compartilhamento de informações de mais de 100 varejos. 

“Com o apoio da plataforma analítica do BI, os dados estão em uma camada única e são acessados também em um portal, que centraliza todas as informações”, explica Willians Estevam, responsável pela arquitetura de BI MicroStrategy da NeoGrid.

Estevam explica ainda que sem o apoio do BI era preciso acessar várias bases de dados para ter acesso às informações. 

“Para um único relatório, eram inúmeras conexões em bases diferentes, dependendo do tipo de consulta. Sem falar que o nível de performance da solução era bem diferente do que é hoje”, ressalta Estevam.

A Neogrid tem investido para dotar seus produtos de funcionalidades analíticas. Um passo nesse sentido foi um investimento na startup mineira Lett Insights, com a qual se criou um produto conjunto focado em e-commerce.

A NeoGrid tem 600 funcionários e está sediada em Joinville, possuindo também unidades em Porto Alegre, São Paulo e Rio de Janeiro. 

Em 2014, a empresa entrou na primeira edição do Quadrante Mágico do Gartner para Serviços de Integração de Dados, em uma posição próxima a da dos líderes de mercado GSX, IBM e Liaison Technologies.

Já para a MicroStrategy, acordos desse tipo são uma porta para novas oportunidades, num momento em que a empresa está numa posição complicada no mercado, com o faturamento estagnado na casa dos US$ 500 milhões desde 2011.

A empresa é a sobrevivente do mercado de BI corporativo, que passou por uma revolução em 2007 ano no qual a SAP adquiriu a Business Objects, a IBM a Cognos e a Oracle a Hyperion, deixando a MicroStrategy como o último grande player independente na área de BI.

O que é um ponto positivo num acordo como o fechado com a Neogrid. Oracle, SAP e IBM tem seus próprios produtos de SCM para proteger, algo com o que a MicroStrategy não precisa se preocupar.