NO SÉCULO 21

Globo promete novela tecnológica

03/04/2014 18:04

Emissora informou que a próxima novela das 19 horas terá uma narrativa antenada no mundo das TICs.

Isabelle Drummond será a filha de Murilo Benício. Foto: Reprodução Instagram.

Tamanho da fonte: -A+A

Ao contrário do que normalmente faz em suas novelas onde os personagens não conhecem um pen drive para salvar fotos comprometedoras ou um celular para avisar sobre algum imprevisto, a Globo decidiu abrir os olhos para o mundo tecnológico. 

Na noite dessa quarta-feira, 02, a emissora informou que a próxima novela das 19 horas terá uma narrativa ligada ao universo das startups e TICs.

Com o título escrito em H33T, a G3R4ÇÃO BR4SIL estará no ar no dia 5 de maio.

A história está ligada a um jovem, Jonas Marra, que cria na década de 90 um computador popular de baixo custo, mas não vê em terras tupiniquins as oportunidades para desenvolver seu projeto.

Por isso, viaja ao Vale do Silício para colocar seu plano em prática, tornando-se o CEO de uma grande empresa de tecnologia.

Com a chegada da Copa do Mundo, o executivo, interpretado por Murilo Benício, decide voltar com a família ao Brasil e jovens empreendedores de tecnologia tentarão chamar sua atenção.

A filha do empresário, interpretada por Isabelle Drummond, será uma personagem super conectada nas redes sociais, tem seu visual inspirado na atriz e maluquete norte-americana Lindsay Lohan.

Então surgem outros personagens para fazer parte dessa história, como um hacker que deseja difundir o aprendizado de códigos e uma engenheira viciada em games. 

Aguarde. A não ser que algum consultor esteja envolvido nos roteiros desta novela, aí devem vir muitas gafes sobre o setor.

Veja também

POLÊMICA
Para a Globo, Facebook não é importante

Para emissora, rede social não é importante na distribuição de conteúdos, representando menos de 2% na média.

PLIM PLIM NA NUVEM
Globo migra da Alog para AWS

Emissora migrou 64 aplicações para a nuvem da Amazon, em um projeto conduzido pela paulista CredibiliT, que usou toda a camada de managed services da fornecedora americana.

AWS E MS NO GRUPO
Globosat: nuvem, é tudo com Microsoft

Programadora vai de Windows Azure, enquanto a Rede Globo migrou 64 aplicações para a AWS.