Carlos Eduardo Moyses, CEO do iFood. Foto: Divulgação.

Carlos Eduardo Moyses, que atuou como CFO do iFood nos últimos dois anos, acaba de assumir o cargo de CEO da companhia.

Com isso, Felipe Fioravante, co-fundador do iFood, passa a ser um sócio sem cargo na operação. 

Moyses trabalha há cinco anos no mercado de delivery online, atuando três anos como CEO da Just Eat no Brasil. Ele assumiu a função de CFO do iFood após a fusão das duas empresas, em 2014.

Na época, a Movile se tornou acionista majoritária do iFood. A empresa paulista já havia investido R$ 5 milhões na plataforma em fevereiro do mesmo ano. Depois, a empresa e a Just Eat fizeram novos aportes no aplicativo.

Em 2015, a Movile e o grupo europeu JustEat realizaram um investimento de R$ 125 milhões no aplicativo. O investimento de R$ 83 milhões feito pela Movile no período posicionou a empresa como a maior acionista do grupo, com 60% da divisão.

Já em julho de 2016, o iFood recebeu R$ 100 milhões das duas empresas.

“Estou extremamente animado e confiante com o desafio. O iFood é uma das maiores e mais inovadoras companhias de Food Tech do mundo, tem um time espetacular e muitos projetos para serem colocados na rua. Vamos trabalhar cada vez mais para entregar valor agregado aos restaurantes, parceiros fundamentais no nosso negócio, e nossos usuários podem esperar grandes inovações”, afirma Moyses.

Desde 2014, com a fusão entre iFood e JustEat, o grupo realizou diversas aquisições para aumentar sua presença no mercado brasileiro. O app adquiriu concorrentes como Devorando, do Rio Grande do Sul; Apetitar, com atuação em Goiás e Distrito Federal; e Netcook, do triângulo mineiro.

O iFood está presente em mais de 100 cidades do Brasil, com mais 15 mil restaurantes cadastrados. A ferramenta registra, em média, 3 milhões de pedidos mensais e movimenta, ao ano, mais de R$ 1 bilhão entre os restaurantes. 

O objetivo é atingir mais de 25 mil estabelecimentos até o final de 2017. No ano passado, esse número já era anunciado como meta, mas não foi atingido.