Fernando Lobo dirige expansão da Aerohive na AL. Foto: divulgação

Tamanho da fonte: -A+A

A Aerohive Networks, especializada em soluções de wi-fi corporativo, iniciou sua operação no Brasil, sob o comando de Fernando Lobo, novo diretor geral para a América Latina. 

O executivo traz para a companhia a experiência de quem já comandou expansõres regionais, como na Aruba, onde atuava até pouco tempo como territory manager.

O profissional, que está há 20 anos no mercado, também traz experiências em companhias como Radware e Nortel.
    
Para crescer no país, Lobo conta que a estratégia é começar por regiões que a companhia considera menos atendidas, como Norte, Nordeste e o interior de São Paulo, e, no médio prazo, também trabalhar com o governo federal, via licitações.

“Nossos planos são encerrar 2012 com cerca de três mil dispositivos instalados no país", afirma o novo diretor. “Em breve, também pretendemos crescer organicamente nosso time no Brasil e ter produtos customizados para a língua portuguesa", completa.

Para incrementar a operação local, a Aerohive nomeou dois distribuidores: Westcon, para suporte a toda região latino-americana, e Axion, focada apenas no Brasil.

Conforme Lobo, a estruturação da operação na América Latina também foca a área de canais, com meta de recrutar e capacitar cinco revendas Platinum e 20 regionais no Brasil ainda este ano.

O suporte técnico também está na estratégia, e para esta área o novo diretor Geral já contratou o engenheiro, Kleber Freitas, que ficará sediado no Brasil.
 
Sediada em Sunnyvale, na Califórnia, a empresa mira Brasil, México e Colômbia como os principais mercados da América Latina.

O plano é fortalecer a região para manter o crescimento global na média dos 30 a 40% ao ano registrados desde sua fundação, em 2006.

Com mais de três mil clientes e presença global via escritórios próprios, distribuidores ou unidades de vendas indiretas, a companhia oferece uma soluções de rede que incluem Wi-Fi distribuído e roteamento em nuvem, entre outras.

“Nossa oferta é concebida para o gerenciamento na nuvem e com hardware otimizado”, explica Lobo. “Enquanto uma solução tradicional compõe-se de pontos de acesso e controladora, a nossa elimina a necessidade de controladora e, com isso, preserva todas as funcionalidades, com preço mais competitivo", completa.

Com isso, segundo ele, empresas com computação distribuída não precisam mais instalar controladores a cada nova loja ou filial, o que é possível graças ao sistema operacional da Aerohive, que incorpora o conceito de processamento colaborativo entre os pontos de acesso.

Outra característica do modelo da empresa é a ausência de venda de licenças por funcionalidades: todos os recursos são disponibilizados no ponto acesso no momento em que o sistema sai de fábrica, e novas funcionalidades são obtidas com upgrades de software sem custo.

O portfólio completo reúne soluções de arquitetura wi-fi cooperativa, de gerenciamento via redes públicas ou privadas , de roteamento e VPN.

A Aerohive conta, em sua estruturação, com grupos investidores como Kleiner Perkins Caufield & Byers, Lightspeed Venture Partners, Northern Light Venture Capital e New Enterprise Associates.