Richard Zimermann. Foto: divulgação.

Por anos, a Teletex, empresa com bases no Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, foi conhecida mais como revenda HP do que por sua própria marca.

De um bom tempo para cá, a companhia, que faturou R$ 100 milhões em 2012 e projeta crescer 15% este ano, vem trabalhando para mudar este estigma e se firmar como uma integradora multimarca, estratégia que ganhou força no começo deste ano, quando HP saiu definitivamente do portfólio.

A mudança trouxe ganhos que se traduzem em números: desde que se tornou multimarca, a companhia acrescentou 50 novos clientes à carteira, que hoje soma cerca de 250 na área privada e 200 no setor público, e fechou mais de 70 contratos com os mesmos.

“Somos, hoje, uma integradora de soluções de infraestrutura de TI, muito mais abrangente do que anteriormente”, comenta Richard Zimermann, gerente de Vendas para o Mercado Privado da Teletex.

O portfólio inclui Cisco, Dell, Hitachi, Quantum, VMware, Microsoft, Trend Micro, CommVault, CA, Symantec e Teradata, além da linha Dell Software, que engloba aquisições recentes da fabricante norte-americana, como Kace, SonicWall e Quest.

Conforme o gerente, a companhia é o maior integrador regional com capital 100% nacional na região Sul, onde tem a maior fatia de seus negócios, embora atenda a todo o país, tendo, inclusive, aberto uma unidade em João Pessoa este ano.

Com a abertura para multimarcas, a empresa passou a focar majoritariamente a área de serviços, tanto que de seus 180 colaboradores, a metade atua nesta área.

Para garantir o suporte a uma oferta que hoje vai de soluções de data center à colaboração, passando por networking, segurança e serviços gerenciados, a integradora também investe em qualificação do time.

“Especificamente em Cisco, temos todas as certificações avançadas e até o fim do ano mais quatro funcionários de pós vendas terão CCIEs (nível mais alto de certificação de um profissional de serviços)”, ressalta Zimermann.

Presente em Porto Alegre, Curitiba, Joinville, Florianópolis, Londrina e João Pessoa, a Teletex não projeta para breve abertura de novas unidades pelo país, mas na estrutura já existente, a tendência é de crescimento.

“Temos 15 vagas abertas para pré e pós vendas em todas as nossas linhas de fabricantes parceiros”, finaliza Zimermann.