IMPRESSÃO + SISTEMAS

HP une áreas para superar perdas

03/08/2012 17:43

Companhia une áreas de Printing e Personal Systems para economizar e recobrar resultados.

Raupp Fonseca. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A HP prepara uma reestruturação geral para se recuperar das recorrentes quedas que vem sofrendo no último ano – no trimestre encerrado em abril, por exemplo, o lucro líquido caiu 31% sobre o mesmo período do ano passado, ficando em US$ 1,59 bilhão, e a receita teve queda de 3%, somando US$ 30,7 bilhões.

Parte do plano passou pela demissão, anunciada em maio passado, de 27 mil pessoas – ou 7,71% da força total de trabalho da companhia - até 2014.

Outra medida não envolve cortes, mas integração das divisões de sistemas pessoais e de impressão em uma única área, a Printing and Personal Systems.

A nova área, que foi criada em abril deste ano e mundialmente tem 36 mil colaboradores, é comandada no Brasil por Claudio Raupp Fonseca.

Em entrevista à Exame.com, Fonseca contou que, por si, a integração das divisões já enxugou à metade as funções e processos da subsidiária local, reduzindo custos.

O executivo afirma não saber quantas pessoas serão desligadas da companhia em função da integração de áreas, mas destaca que “muitas estão sendo realocadas”.

A união também chegou às ofertas da HP, que passou a combinar produtos das duas áreas, antes vendidos separadamente.

Com isso, descontos para compras conjuntas podem ser oferecidos aos canais, o que pode fomentar as vendas, espera Fonseca.

Além disso, a combinação das áreas reduz operações – e custos – de logística.

Antes, notebooks e desktops da marca, produzidos em Jundiaí, e as impressoras, em Sorocaba, iam para um centro de distribuição e de lá, para entregas em separado.

Com isso, o canal precisava emitir dois pedidos de compra para receber os produtos de cada fábrica, jpor exemplo.

No novo formato, isso fica unificado, o que facilita a vida de clientes e da HP, já que permite centralizar até ações de marketing.

“Além de reduzir muito custos, vamos poder fazer eventos maiores, investimentos maiores nessa parte e, assim, ter ações mais certeiras”, afirma o executivo.
 

Veja também

NA JUSTIÇA
HP vence batalha contra a Oracle

Desenvolvedora de softwares pode sofrer um processo por danos de até US$ 4 bilhões pela fabricante de hardware por prejuízos sofridos desde fim do suporte.

PACOTÃO
HP pode casar PCs e impressoras

A presidente-executiva da HP, Meg Whitman, planeja agitar as coisas na empresa.

De acordo com informações da agência Reuters, a CEO quer combinar as divisões de impressão e de computadores pessoais da companhia, numa grande reformulação interna destinada a estimular as vendas combinadas de hardware.

HP e Canon:outsourcing de impressão no Brasil

HP e Canon escolheram o Brasil para iniciar na América Latina uma parceria já em andamento nos EUA no setor de outsourcing de impressão.

“O Brasil foi escolhido pelos excelentes resultados de negócios que estamos tendo e pela grande oportunidade de negócios”, afirma Mike Feldman, VP de Serviços de Impressão da HP para Américas.

HP lucro sobe 28% no trimestre fiscal

O lucro líquido da Hewlett-Packard chegou a US$ 2,2 bilhões no segundo trimestre do seu ano fiscal de 2010, encerrado em 30 de abril, uma alta de 28%.

Na mesma base de comparação, a receita da companhia americana teve incremento de 13%, chegando a US$ 30,8 bilhões.

A divisão de storage e servidores liderou o avanço, com vendas de US$ 4,5 bilhões no segundo trimestre fiscal, alta de 31%.