Foto: Pexels

Tamanho da fonte: -A+A

O Gringo, um aplicativo que ajuda o motorista com suporte no monitoramento do veículo, anunciou um invetimento de R$ 50 milhões liderada pelo fundo de venture capital Kaszek, com participação dos fundos GFC e Onevc.  

Segundo Rodrigo Colmonero, fundador e CEO do Gringo, o investimento irá impulsionar o desenvolvimento de novos serviços da companhia e reforçar o time para os planos de expansão da empresa para além da cidade de São Paulo

"Esse investimento é resultado da confiança de fundos experientes no Gringo,  parceiros importantes que validam nossa estratégia de foco na construção de uma relação próxima com os motoristas. " afirma Colmonero

Colmonero é formado em economia pela PUC de São Paulo e atuou por 10 anos na Neo, gestora de fundos com abordagem multiestratégia.

Além da Neo, o CEO também tem passagem em empresas como a Vale, Terex Corporation e a Companhia Siderúrgica Nacional, empresas especializadas em mineração.

O app Gringo auxilia o motorista com suporte da documentação, além da quitação de débitos existentes como IPVA, licenciamento com CRLV Digital, multas e outras necessidades de documentação.

Além dos serviços do app, a startup oferece um canal aberto de comunicação por WhatsApp e redes sociais, onde compartilha conteúdos sobre o universo automotivo, como dicas, curiosidades e nova legislação de trânsito.

Em um ano, a empresa recentemente selecionada para o programa de scale-up da Endeavor, conquistou mais de 2,5 milhões de usuários.

"Estamos extremamente entusiasmados em continuar nossa parceria com a Gringo, eles estão digitalizando um mercado que impacta o dia a dia do brasileiro." aponta Santiago Fossatti, Partner na Kaszek.