Eduardo Menegatti, CEO da Vivalisto. Foto: divulgação.

A Vivalisto, startup brasileira do mercado imobiliário, migrou as operações da sua plataforma de propostas e contratações de imóveis, que antes operava em nuvem privada, para a cloud pública da IBM.

A mudança foi realizada após a empresa aderir ao Startup With IBM, um programa global para apoiar empreendedores e empresas por meio do acesso à infraestrutura e serviços na nuvem pública da companhia.

Segundo a Vivalisto, isso proporciona ainda mais capacidade ao desenvolvimento da sua tecnologia, que visa expandir a oferta de serviços imobiliários para o mercado.

Sua plataforma inclui toda a comunicação com os envolvidos no processo contratual, na gestão operacional da contratação e na integração e coordenação dos diversos serviços envolvidos, como vistorias, contratos, crédito imobiliário e seguros.

Para isso, a startup automatizou mais de 600 processos que normalmente eram feitos à mão e no papel, o que gerava falhas ou a não conclusão devido à grande extensão dessa jornada — que conta com um corpo jurídico próprio e especializado em direito imobiliário.

O objetivo é fazer com que a atuação de seus clientes, as imobiliárias e os corretores, tenha o foco 100% voltado à etapa comercial, com o envio da proposta para contratação em apenas um clique, por exemplo.

Com a otimização dos serviços, a Vivalisto já proporcionou a eles um aumento de 43% em suas vendas mensais.

De acordo com a companhia, o ganho de eficiência e aporte de segurança jurídica e operacional estão refletidos na satisfação dos clientes, que demonstraram mais de 90% no Net Promoter Score (NPS) da startup, que é uma métrica de lealdade do cliente.

"Alcançamos ainda um excelente resultado, pois, de janeiro a outubro deste ano, a Vivalisto registrou um aumento de 60% na receita e nossa expectativa é encerrar 2020 com 110% de crescimento", afirma Eduardo Menegatti, CEO da Vivalisto.

Fundada em 2017, a Vivalisto tem sede em Santana de Parnaíba, São Paulo, e realiza locação, venda e compra de imóveis de forma automatizada, desde a validação das propostas até a entrega das chaves.

A startup é investida pela Anjos do Brasil, com a aceleração do MITHUB, especializado no setor imobiliário e da construção civil.