Pequenas também estão planejando ir em massa para a nuvem. Foto: Flickr.com/godvivek

Tamanho da fonte: -A+A

Uma pesquisa da Websolute, provedor de serviços de internet com foco em aplicações e serviços para pequenos e médios negócios, indicou que de 400 PMEs entrevistadas no Brasil, 60% consideram adquirir soluções em algum modelo de cloud computing.

Apesar disso, mesmo entre as que fazem estes planos, muitas não têm “noção do que vem a ser serviços na nuvem”, afirma o estudo, que foi realizado em parceria com a Parallels, especialista em software de virtualização e automação de negócios.

Entre as interessadas em investir na nuvem, a pesquisa indica um potencial de investimento de R$ 1,2 bilhão ao ano com os serviços na nuvem.

Destes, o topo do ranking é ocupado por serviços de infraestrutura hospedada, com participação de R$ 649 milhões.

A categoria abrange servidores dedicados, servidores privados virtuais ou hospedagem gerenciada.

A presença na internet aparece logo em seguida, com R$ 326 milhões movimentados em soluções de website, registro de domínios, blogs e comércio eletrônico.

Comunicação e colaboração hospedadas ficaram em terceiro lugar, representando cerca de R$ 186 milhões.
Se comparado aos últimos quatro anos, o Brasil registrou um aumento de 26% em empresas que possuem uma página na web, informa o estudo.

"Cresce vertiginosamente o número de pequenas e micro empresas que buscam adotar domínios próprios - como para criar endereços de email com a própria marca. Estes fatores são tidos como essenciais para reforçar suas presenças em mecanismos de busca e para aumentar a credibilidade do negócio", finaliza Luís Schedel, diretor da Websolute.