SERVIÇOS

Tivit adota ServiceNow para ITSM

04/03/2020 14:45

Projeto tornou a Tivit um dos maiores clientes da ServiceNow na América Latina.

Tivit chega a ter 5 mil usuários simultâneos do ServiceNow. Foto: Tivit.

Tamanho da fonte: -A+A

A Tivit, uma das maiores empresas de serviços de TI do país, está usando tecnologia de ServiceNow para fazer o seu gerenciamento de serviços de TI (ITSM, na sigla em inglês).

A solução está sendo usada tanto internamente como para atender a mais de dois mil clientes, nos quais trabalham 400 mil pessoas.

Em nota, as empresas afirmam que a Tivit tem mais de cinco mil usuários simultâneos de ServiceNow, número que a torna um dos maiores clientes na  América Latina.

Desde a implementação da plataforma na Tivit, em julho de 2019, o catálogo de serviços de TI foi reduzido em 77%. Foi observada uma queda de 90% no tempo de solicitação de um serviço, tornando o fluxo mais eficiente e produtivo.

Além das tarefas relacionadas à TI, o software da ServiceNow pode ser usado para outras áreas, como RH, Atendimento ao Cliente B2C e B2B, ou para a criação e definição de fluxos de trabalho em geral. 

“A flexibilidade da ferramenta de gestão é importante por conta do amplo leque de setores nos quais nossos clientes atuam. Com ela, estamos mais preparados para lidar com as complexidades e particularidades de cada um deles”, diz Armando Amaral, Diretor de CyberSecurity e Governança da Tivit. 

Fundada em 2004, a ServiceNow é uma empresa relativamente nova, com um produto feito para rodar na nuvem. A presença no Brasil é ainda mais recente, tendo começado para valer só em 2013.

Mas ela já vem há algum tempo abrindo espaço em grandes contas no país há algum tempo.

Em 2016, por exemplo, a Gerdau trocou a CA pela ServiceNow como provedor de software de gerenciamento de incidentes de TI.

Veja também

ITSM
Sapore agora roda TopDesk na nuvem

Empresa de restaurantes tem 2,1 mil licenças da ferramenta.

NUVEM
Google deveria comprar a Salesforce?

Para analistas de banco de investimento, seria a solução para decolar o Google Cloud.

GESTÃO
CNU centraliza chamados de TI com ServiceNow

Novo sistema permite que o time de TI trabalhe com apenas um ponto de contato para os funcionários.

LIDERANÇA
Bill McDermott, ex-SAP, será CEO da ServiceNow

McDermott vai substituir John Donahoe, que será CEO da Nike.

AUTOMAÇÃO
Oswaldo Cruz adota ServiceNow

O objetivo foi digitalizar as solicitações e processos de TI. 

EXPANSÃO
ServiceNow: menos ITSM, mais plataforma

A empresa aposta em levar o conceito de transformação digital para melhorar as experiência dos funcionários.