O Gartner aponta que a migração para o Windows 10 deve ser mais rápida do que as anteriores. Foto: Divulgação.

O Gartner aponta que a migração para o Windows 10 deve ser mais rápida do que as adoções anteriores de sistemas operacionais. Uma pesquisa feita com com 1.014 entrevistados envolvidos na mudança para o novo sistema mostra que 85% das organizações terão iniciado a implementação do Windows 10 até o final de 2017.

“As empresas reconhecem a necessidade de mudar para o Windows 10, sendo que o tempo total entre a avaliação e a implementação desse sistema operacional diminuiu de 23 para 21 meses comparando pesquisas feitas em 2015 e 2016”, explica Ranjit Atwal, Diretor de Pesquisas do Gartner.

Quando questionados sobre os motivos para a migração para o Windows 10, 49% dos entrevistados afirmaram que melhorias na segurança foram a principal razão para a mudança. Em segundo lugar, ficaram as capacidades de integração com nuvem (38%). No entanto, a aprovação de orçamento não é simples.

“O Windows 10 não é visto como um projeto imediato e fundamental para os negócios, então não é surpresa que um em cada quatro entrevistados espere ter problemas orçamentais”, diz Meike Escherich, analista de pesquisas do Gartner.

A intenção de compra de dispositivos entre os entrevistados aumentou significativamente. O intuito de adquirir notebooks conversíveis também cresceu quando as organizações mudaram da fase de teste e projeto-piloto para as etapas de compra e de implementação.