Zeinal Bava. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

Zeinal Bava, presidente da Portugal Telecom, foi anunciado como presidente da Oi.

Ele ocupa o cargo que estava interinamente nas mãos de José Mauro Carneiro da Cunha, presidente do conselho de administração da Oi, desde janeiro, quando Francisco Valim deixou o posto.

Com a saída do presidente, a Portugal Telecom viverá a mesma situação da Oi: o gestor do conselho, Henrique Granadeiro, vai como interino para o comando da empresa até que se defina um  nome efetivo.

Formado em Engenharia, Bava já era cotado para comandar a Oi desde a saída de Valim.

De acordo com a Thomson Reuters, o executivo está entre os dez melhores presidentes de empresas da Europa (em todos os setores).

Na liderança da Portugal Telecom, Bava tomou decisões para renovar a estrutura da companhia, como a troca dos fios de transmissão da empresa, empregando fibra no lugar do cobre.

Vale lembrar que a PT é uma das principais acionaistas da Oi, detendo 12% de participação direta na empresa.

Boa notícia para a companhia portuguesa, então: com o anúncio de Bava no novo cargo, as ações da Oi subiram 13% nesta terça-feira, 04, segundo a Reuters. 

Já os papeis da própria PT tiveram alta de 3,5%.

HISTÓRICO

Contratado em 2011 por R$ 100 milhões, Valim assumiu a presidência da Oi para colocar em ação a sua experiência em empresas como Experian e NET Brasil, alavancando os negócios da operadora que ocupa a última posição entre as quatro nacionais.

O plano inicial era de que Valim presidisse a companhia por quatro anos, mas complicações vividas pela companhia em 2011 atrapalharam os planos.

A operadora lidou, por exemplo, com um aumento de sua dívida, devido a gastos crescentes causados pela incorporação da Brasil Telecom, uma operação em andamento desde 2008 e em setembro chegou a suspender por um mês o pagamento de fornecedores.

Os problemas financeiros teriam desgastado a relação de Valim com os controladores da Oi.