Nova sede no 4ª Distrito vai ampliar as contratações de novos profissionais na Zallpy. Foto: Divulgação.

A Zallpy Digital, desenvolvedora de software com dez anos de mercado, tem uma nova sede em Porto Alegre, localizada no 4ª Distrito. O ambiente de 4 mil metros quadrados contou com investimento de aproximadamente R$ 2 milhões.

Com a nova sede, a empresa deixa sua matriz anterior, localizada no Centro Histórico de Porto Alegre. A informação é do Acerto de Contas, que entrevistou o CEO da Zallpy, Marcelo Castro.

O espaço no 4ª Distrito vai ampliar as contratações de novos profissionais na empresa. A expectativa do CEO é abrir até 100 novas posições. Hoje, a empresa conta com 200 funcionários nas operações da capital gaúcha, Alegrete e Florianópolis.

A sede segue a tendência das empresas de tecnologia e tem espaços para uso comum, auditórios e arenas para palestras. 

Em 2017, a Zallpy surgiu como nova marca do Grupo IWAY, formado até então por IWAY Software, Fynder Technologies, brSAP e Wersa Licensing.

A área escolhida para o novo escritório é parte de uma região degradada no centro de Porto Alegre em processo de revitalização. Nos últimos tempos, o local tem atraído empresas e iniciativas ligadas à inovação.

O empreendimento mais chamativo até agora é o Instituto Caldeira, que vai reunir startups, as principais universidades e as maiores empresas do estado. O local deve ocupar a área de um antigo call center da Contax, no qual um dia operou uma tecelagem das Lojas Renner, assim como boa parte do shopping DC Navegantes.

A movimentação é liderada por Marciano Testa, presidente do Agibank, em conjunto com Frederico Renner, o ponto de contato com a família Renner e CEO informal do empreendimento.

Os planos da cidade em relação ao Quatro Distrito estavam em ponto morto há alguns anos, até PUC-RS, Unisinos e UFRGS lançarem a Aliança pela Inovação no ano passado.

A movimentação mais visível do acordo entre as principais universidades gaúchas foi a contratação de Josep Piqué, até recentemente Presidente da Associação Internacional de Parques Científicos e Áreas de Inovação (IASP), e um especialista quando o assunto é sacudir cidades por meio de projetos desse tipo.

Ele foi um idealizadores do Barcelona @22, um projeto de revitalização de uma área industrial dentro da cidade espanhola não muito diferente da região onde ficará o Instituto Caldeira, o que o tornou uma autoridade mundialmente reconhecida no assunto.