STARTUPS

Telefónica cria fundo bilionário

04/10/2021 12:40

Leadwind pode ter até € 250 milhões, R$ 1,5 bilhão no câmbio de hoje.

Livia Brando, country manager da Wayra Brasil.

Tamanho da fonte: -A+A

A Telefónica, gigante espanhola de telecomunicações, está liderando a criação de um novo fundo de investimentos, com um capital que deve girar entre € 150 milhões e € 250 milhões (entre R$ 950 milhões e R$ 1,5 bilhão, pelo câmbio atual).

A operadora comprometeu € 70 milhões com a iniciativa, que foca em investimentos no sul da Europa e América Latina. O resto do dinheiro vai vir de outros investidores. Quem vai administrar tudo é a K, uma gestora de investimentos espanhola.

A ideia do Leadwind é trabalhar em colaboração com o Wayra, Telefónica Ventures e outras iniciativas de inovação aberta do Grupo Telefónica, ou seja, fazer aportes ainda maiores em startups já investidas pela operadora, em rodadas de até € 15 milhões.

No alvo estão os segmentos de Inteligência Artificial, conectividade 5G, Edge Computação, IoT, Blockchain e análise de dados, com foco em setores como a segurança cibernética, indústria 4.0, futuro do trabalho, energia, e-health, fintech e mobilidade.

A Telefónica tem uma boa base para trabalhar no país. A Wayra Brasil já investiu em 83 startups, das quais a metade realizam negócios com a Vivo. 

Somente no ano de 2020 foram gerados mais de R$ 20 milhões de negócios entre a corporação e as startups investidas. 

"O Brasil segue sendo um importante mercado para o grupo Telefônica e para a Wayra, por isso continuamos a reforçar nosso posicionamento como investidor estratégico, que abre as portas para as startups escalarem seus negócios com a Vivo e com grandes corporações parceiras”, afirma Livia Brando, country manager da Wayra Brasil.

Veja também

APORTES
Multilaser investe R$ 20 mi em govtechs

A fabricante de eletrônicos será a primeira investidora de fundo criado por KPTL e Cedro Capital.

MOBILIDADE
Tembici levanta US$ 80 milhões

Rodada série C foi liderada pela Crescera Capital.

CAPITAL
Ventiur capacita 1 mil startups em SP

Aceleradora gaúcha vai atender participantes de um programa do Sebrae.

LOGÍSTICA
Infleet recebe aporte de R$ 1,2 milhão

Rodada foi liderada pela Domo Invest com participação da Anjos do Brasil e da Bossa Nova.

RH
Pulses recebe aporte de R$ 3 milhões

Scale-up é a primeira a receber recursos do novo fundo da Invisto com a Acate.

NOMES
Troca no comando da Circle

Aceleradora tem novo time de gestão, liderado por Alexandre Netto, da Swipe.