Starline recebe novos investimentos. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Starline Tecnologia, desenvolvedora mineira de sistemas para gestão de provas educacionais, recebeu dois aportes de fundos nacionais de venture capital.

Um dos investidores é o Gera Venture, dedicado exclusivamente a negócios do ramo educacional. O valor deste aporte não foi aberto. Além disso, a empresa recebeu R$ 3 milhões do Fundo HorizonTI, gerido pela Confrapar.

Segundo explica a Starline, o investimento da Confrapar é dirigido a melhorias de produtos e gestão. Já a maior parte do investimento do Gera é destinado às áreas comercial e de marketing.

"Temos metas ousadas de crescimento e os investimentos são de grande importância não somente pelo aporte financeiro, mas também pelo apoio na gestão, operação, equipe e relacionamento com clientes", destaca o CFO da Starline, Hassan Lauar.

A Starline inicia agora uma fase de reestruturação e fortalecimento de sua área comercial, já contando com o apoio do novo diretor-executivo Pablo Sales, ex-diretor da Sambatech, e de novos operadores comerciais contratados.

Para Leila Orenstein, analista do Gera Venture, a Starline se destacou entre as empresas de tecnologia educacional, com potencial de lucro e a projeção de resultados que impactam nas demandas reais da educação no país.

“A empresa tem um grande potencial, pois trata exatamente da transformação pela qual passa a educação brasileira, que vive a junção dos mundos offline e online”, explica Orenstein.

No caso do HorizonTI, fundo mineiro que ja é acionista da Starline desde 2011, o novo investimento viabilizará a escalada das operações da empresa de acordo com a estratégia comercial e o modelo de negócios.