Também não precisa colocar o pé na mesa né? Foto: Shutterstock

A Linx, especialista em software de TI para o varejo, acaba de liberar o uso de bermudas na empresa para os funcionários que não tem contato com clientes.

A companhia tem 2,7 mil funcionários, dos quais 65% têm 30 anos ou menos. 

“Somos uma empresa de tecnologia e grande parte do nosso quadro de colaboradores é de jovens com menos de 30 anos. Nosso objetivo é manter esse espírito dentro do escritório e promover o bem-estar no ambiente de trabalho”, afirma Flávio Menezes, diretor de Marketing & Recursos Humanos da Linx.

O novo dress code tem algumas orientações que devem ser seguidas, como o tamanho da bermuda – o comprimento deve estar até três dedos acima ou abaixo do joelho com cores discretas e sem estampas.Shorts e uniformes de times de futebol são proibidos.

É uma orientação similar à que já adotaram no verão passado outras randes companhias de software corporativo brasileiras como Totvs e Neogrid. Centros de desenvolvimento de software de multinacionais como SAP e Dell foram pioneiros nesse sentido.