Cristiano Amon, CEO eleito da Qualcomm Incorporated. Foto: divulgação.

A Qualcomm Incorporated, gigante americana de chips, anunciou a escolha do brasileiro Cristiano Amon para assumir o cargo de CEO da empresa a partir de 30 de junho de 2021.

Amon sucederá Steve Mollenkopf, que vai se aposentar depois de 26 anos na empresa, mas ainda atuará na companhia como consultor estratégico por um período não especificado.

O futuro CEO da Qualcomm trabalha na empresa desde 1995, quando ingressou como engenheiro. Atualmente, Amon é o presidente da companhia, sendo responsável pelo negócio de semicondutores (QCT) e pelas operações globais.

Antes disso, o executivo atuou como presidente da QCT e ocupou diversos cargos de liderança técnica e comercial, inclusive na área das plataformas Snapdragon da Qualcomm. 

Ao longo da carreira, o profissional ainda foi diretor técnico da Vésper, uma operadora wireless do Brasil, e ocupou cargos em empresas como NEC, Ericsson e Velocom Inc.

Amon é formado em engenharia elétrica e possui doutorado honorário pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). 

Para a nova posição, o executivo foi a escolha unânime do conselho de administração da Qualcomm. 

"Estou honrado por ser nomeado o próximo CEO da Qualcomm e agradeço a confiança que Steve e o conselho têm em mim. Estivemos na vanguarda da inovação por décadas e estou ansioso para manter essa posição no futuro”, afirma Cristiano Amon.

A Qualcomm foi fundada em 1985 em San Diego, nos Estados Unidos, e conta com mais de 41 mil funcionários em todo o mundo. Somente em 2019, a companhia faturou US$ 24,27 bilhões.