Chatbots estão assumindo o atendimento. Foto: Pexels.

A operação brasileira da Rentcars.com, um portal de comparação de preços de aluguel de carros presente em 160 países, passou a usar o chatbot da Zenvia como uma opção de comunicação com seus clientes no Brasil.

Em seis meses, a empresa triplicou o número de clientes atendidos por chat para 10 mil por mês, eliminando no processo as filas de espera.

"Estamos conectados com o que o mercado vem praticando quanto à experiência do cliente. E o chatbot é essencial nessa estratégia", avalia Diogo Rolim, gerente de Operação da Rentcars.com

O projeto transformou todo o histórico de 'Dúvidas Frequentes' da Rentcars.com em um fluxo conversacional. 

O desafio agora é agregar idiomas ao chatbot, que deve passar a falar inglês, além de português e espanhol, além de novas funcionalidades, como respostas sobre alteração de reserva e vendas e plataformas, como o aplicativo, além do site.

Segundo estimativas da Associação Brasileira de Locadoras de Veículos (ABLA), deve crescer 15% este ano no país, aumento motivado pela terceirização de frotas e pela mudança cultural do brasileiro em relação ao uso do automóvel.

A plataforma de criação de chatbots da Zenvia usa tecnologia de processamento de linguagem natural da IBM, Microsoft e Google. A ideia vender uma plataforma para desenvolvimento de bots para clientes, parceiros, desenvolvedores e integradores.

Além de mensagens de texto por aplicativos de mensageria, como a maioria dos chatbots, o produto da Zenvia tem também a possibilidade de interagir por SMS, voz, Facebook, chatm WhatsApp e e-mail. 

Com 15 anos de mercado, a Zenvia tem hoje 6,5 mil clientes. A empresa iniciou no mercado de sistemas baseados em SMS, mercado que passou a liderar em nível nacional em 2011, com a aquisição da concorrente paulista Comunika.

Em 2017, a receita líquida da empresa foi de R$ 230 milhões, uma alta de 24,4% frente ao ano anterior.