NOMES

ISH tem nova CFO

05/07/2021 09:32

Executiva substitui José Fernando Etienne Dessaune, na companhia há 10 anos.

Michelini Storck.

Tamanho da fonte: -A+A

A ISH Tecnologia, empresa capixaba especializada em segurança, tem uma nova CFO: Michelini Storck, ex-CFO da Benevix, uma das maiores empresas brasileiras de administração de planos de saúde.

Na Benevix, Storck acumulava o cargo de CTO, tendo liderado a implementação de um sistema de gestão da SAP.

Antes, ela foi CFO da Provale, uma mineradora sediada no Espírito Santo, e passou pelas áreas financeiras da Dacasa Financeira e Fibria.

“É um cargo que assumo com a certeza de ser o maior desafio da minha carreira. O setor financeiro tem desafios próprios alinhados aos objetivos de curto e médio prazo da ISH”, afirma Storck. 

Storck substitui José Fernando Etienne Dessaune, que ocupou o cargo nos últimos 10 anos e agora passa para o Conselho Administrativo do Grupo ISH.

Dessaune é pai do CEO da ISH, Rodrigo Dessaune, e entrou na empresa já com 71 anos, depois de uma bem sucedida carreira com passagem em grandes instituições do estado, como o banco estadual Banestes, o Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo e o Sebrae-ES.

Na posição de CFO da ISH, Dessaune criou a estratégia financeira que ajudou a empresa fundada em 1997 a crescer dez vezes na última década, se tornando uma das maiores no segmento de provedor de serviços de segurança gerenciados (MSSP, na sigla em inglês).

No período, a empresa implementou um sistema de gestão da SAP, além de boas práticas de auditoria, orçamento e governança.

Fundada em 1996, a ISH conta com mais de 30 alianças com fabricantes como F5, Kaspersky, McAfee, AWS, Azure, VMWare, Aruba, Avaya, Cisco e RSA, além de mais de 400 profissionais especializados.

Com matriz em Vitória, a empresa mantém filiais em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Goiânia e Pernambuco, além de subsidiária nos Estados Unidos.

Entre os seus clientes, estão nomes como Bradesco, Itaú, Porto Seguro, EDP, Raízen, Dafiti, Leroy Merlin, Marisa, Via Varejo, Unimed, EMS e Honda.

A empresa teve um faturamento de R$ 247 milhões em 2020, o que representa uma alta de 41% em relação ao ano anterior.

O resultado foi embalado pela pandemia do coronavírus, que aumentou a demanda por soluções de cibersegurança na nuvem, além da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), que acarretou numa maior busca por soluções de segurança e privacidade.

Em 2021, a expectativa é de um crescimento de mais 30%, com faturamento na casa de R$ 320 milhões.

Veja também

ORGANOGRAMA
Randon promove CTO a VP

Movimentação faz parte da criação de uma divisão com foco em digital.

FOI
Microsoft consegue contratar Rodrigo Kede

Executivo era causa de uma disputa com a IBM que já durava um ano.

VENDAS
Plusoft contrata nova CSO

Vanessa Tiba fez carreira na Altitude Software, onde era country manager.

CONTRATAÇÃO
Neumann, ex-Oracle, está na SysMap

Executiva deve trabalhar junto da Salesforce e também promover novas parcerias.

TCHAU
Whitehurst pede para sair da IBM

Saída surpreende. Ex-Red Hat havia assumido a presidência da Big Blue há 14 meses. 

STARTUP NATION
Primeiro ministro de Israel é da TI

Naftali Bennet fundou e vendeu duas empresas de tecnologia antes de ser político.