João Abud Junior, presidente da Diebold Brasil. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Diebold Brasil, fabricante de soluções de automação de agências, autoatendimento bancário e urnas eletrônicas e os terminais lotéricos no país, anuncia a aquisição da GAS Tecnologia, empresa brasileira de soluções de segurança de internet banking.

Esta é a segunda investida da Diebold no mercado brasileiro. Em 1999, a companhia adquiriu a Procomp, um movimento que ajudou a firmar a empresa no cenário local.

Financiada com o caixa da Diebold Brasil, a aquisição envolveu um processo de negociação de cerca de seis meses. Outra companhia americana do mesmo segmento foi avaliada por especialistas globais da fabricante, mas a GAS foi escolhida por ter sido considerada pela Diebold a detentora da tecnologia mais avançada no setor.

Outro fator determinante na compra da GAS foi o fato da empresa responder pela proteção de cerca de 70% das transações de internet banking realizadas no Brasil, segundo destaca a Diebold.

GAS
Com um faturamento anual de R$ 30 milhões e 125 funcionários – sendo quase 60 especialistas na área de segurança cibernética -  a GAS foi fundada em 1992 e tornou-se líder no Brasil na área de gestão de risco e prevenção à fraude em ambientes digitais no mercado financeiro.

Entre seus principais produtos para segurança lógica estão os conhecidos módulos de proteção dos bancos que os correntistas devem instalar quando iniciam o uso do Internet Banking.

De acordo com estimativas da própria GAS, cerca de 32 milhões de computadores no Brasil utilizam suas tecnologias através do sistema bancário.

ESTRATÉGIA GLOBAL
Segundo matéria do Valor, o acordo reforça dois movimentos da estratégia global da Diebold no fornecimento de terminais de autoatendimento.

O primeiro deles é o esforço da empresa para incorporar software e serviços à sua oferta e reduzir a dependência das margens apertadas na área de equipamentos.

O segundo foco da empresa é acompanhar a crescente migração das transações bancárias para a internet e os dispositivos móveis.

"Sempre atentos às tendências de crescimento das transações bancárias, decidimos investir nos canais Internet e Mobile Banking e no quesito segurança lógica das transações”, comentou João Abud Junior, presidente da Diebold Brasil.

O negócio envolveu 100% das ações da GAS, que permanecerá como unidade de negócios independente; seus executivos se reportarão a Carlos Alberto Pádua, vice-presidente de Tecnologia da Diebold Brasil.

INTERNET BANKING
Estudos da Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) demonstram que o canal Internet Banking é o que mais cresce.

“O volume de transações através do Internet Banking dobra a cada três anos e as transações com plataformas móveis têm mostrado um tremendo potencial de crescimento para se tornar um canal dominante em futuro próximo”, ratificou Carlos Pádua.

Os executivos concordam que o grande desafio para esses canais é a segurança das transações e a GAS é hoje a líder no fornecimento de sistemas de segurança lógica para esse mercado.

“O sistema desenvolvido pela GAS é estado da arte no Brasil e no mundo e a Diebold pretende transformar essa linha de soluções em um negócio de amplitude global”, comentou Pádua.