Engenheiros na prefeitura de Seattle em 1962. Muita coisa mudou deste então. Foto: .flickr.com/photos/seattlemunicipalarchives/

Bosch, Helibras, Metalúrgica Pastre e EESC-USP São Carlos foram os vencedores do PTC Metrics Awards, premiação que a multinacional de CAD e PLM entrega aos melhores projetos entre seus clientes cada ano.

Dos nove projetos inscritos na edição deste ano, que foram julgados por especialistas da PTC, quatro empresas foram as vencedoras nas categorias indústria, aeroespacial & defesa, automotiva e educação respectivamente.

Além do desenvolvimento e design, os critérios de avaliação levaram em conta aspectos como inovação, complexidade e benefícios do produto, bem como métricas de redução de custos e aumento de produtividade, entre outros ganhos.

O primeiro vencedor na categoria Aeroespacial e Defesa foi a Helibras, empresa fabricante de helicópteros, pertencente ao grupo Eurocopter e controlada pela EADS, com o projeto pioneiro no Brasil de implementação das soluções Arbortex e PTC Windchill nas áreas de publicação e documentação técnica da engenharia da empresa.

O projeto foi iniciado em dezembro de 2012  e o “go live” ocorreu em julho de 2013. Dentre os benefícios alcançados destacam-se 40% de redução do tempo para criação de ilustrações, centralização das informações numa única base de dados, melhor gerenciamento da documentação e dos manuais, rastreamento do ciclo de vida de cada documento e acesso eletrônico às informações.

Na categoria Produto Industrial, a vencedora foi a Bosch, multinacional alemã, com fábricas em 285 países e mais de 300 mil colaboradores, que apresentou o projeto de parafusadeiras Skil Cheetah. O produto foi a primeira parafusadeira desenvolvida pelo Brasil para a marca Skil e manufaturada na China.

O objetivo era aperfeiçoar a ergonomia e design do equipamento. O projeto foi desenvolvido no Brasil com a solução PTC Creo e com a manufatura realizada na China, utilizando as funcionalidades de modelamento, moldes, análise estrutural e  mecanismos. Esta estratégia permitiu a redução do tempo de 60 dias – o cronograma normal para a execução de um projeto desta natureza levaria 12 meses. Com a solução de CAD da PTC, o projeto foi feito em 10 meses.

A Escola de Engenharia de São Carlos – EESC-USP – venceu na categoria Educação, com o projeto do veículo para competição da SAE (Society of Automotive Engineers), que anualmente promove corridas com veículos produzidos por equipes de estudantes de diversas universidades do mundo todo.

Para o projeto deste ano, a equipe da EESC optou pelo PTC Creo para ser o único CAD utilizado (antes eram empregadas soluções de três fornecedores), o que facilitou a modelagem, a criação de superfícies complexas e agilizou o desenvolvimento.  

E finalmente na categoria Automotiva, a vencedora foi a Pastre Engenharia, fabricante de implementos rodoviários,  localizada na região metropolitana de Curitiba.

Após utilizar a solução PTC Windchill PDMLink, solução que controla conteúdo e processos ligados ao desenvolvimento de produtos, dectectou  um aumento de 40% de produtividade na área de Engenharia, redução de tempo para localizar e abrir arquivos – 2 a 3 minutos com a solução, versus 30 a 40 minutos sem a solução.