EXPANSÃO

Cast recebe R$ 30 milhões do BNDES

05/11/2012 11:25

Cast leva aporte do Prosoft para expandir. Foto: Flickr.com/ampliato

Tamanho da fonte: -A+A

A Cast Informática, especializada em serviços de TI, acaba de captar um financiamento de R$ 30 milhões junto ao BNDES.

O recurso será voltado à expansão da capacidade produtiva da consultoria, segundo informa o Valor Econômico, e foi concedido no âmbito do Prosoft.

O valor obtido junto ao banco corresponde à metade do total anunciado pela companhia em outubro do ano passado como seu investimento total destinado à internacionalização.

Na época, a Cast informava já ter destinado R$ 10 milhões de recursos próprios à instalação de uma subsidiária nos Estados Unidos e informava estar em negociação de financiamentos com bancos para levar adiante um projeto geral de R$ 60 milhões.

Conforme declarou ao Valor o presidente da Cast, José Calazans da Rocha, na semana passada o BNDES liberou R$ 12,2 milhões como parte dos recursos aprovados, e o valor restante virá nas próximas semanas, sendo aplicados dentre de um período de dois anos.

Para aumentar a capacidade produtiva, o investimento será destinado à ampliação das atuais unidades da companhia, treinamento e contratação de 20 profissionais para as operações e expansão do portfólio de serviços e produtos.

Com matriz em Brasília, a Cast atua em serviços de gestão de conteúdo, sistemas de inteligência corporativa e BPO, com unidades em São Paulo, Araraquara, Rio de Janeiro, Florianópolis, Belo Horizonte, Fortaleza e nos EUA.

Em duas semanas, a meta é inaugurar uma subsidiária na Argentina, segundo Calzans.

Conforme declarado ao Valor Econômico, a meta é chegar a 2018 com receita superior a R$ 600 milhões.
Nisso, também está nos planos a compra de duas empresas de serviços de TI, com investimento entre US$ 10 milhões e US$ 20 milhões.

A previsão é adquirir a primeira este ano e a outra em meados de 2013.
 

Veja também

FUNDO SC
ClicBusiness: aporte para independência

Spin off de procurement lançada pela catarinense Paradigma há 18 meses, acaba de receber um aporte de R$ 1,8 milhão do Fundo SC.

REDE SOCIAL CORPORATIVA
Jive em busca de expansão no Brasil

Empresa promete soluções que aumentam em 76%, em um mês, o engajamento de uma empresa nas redes.

DOM CABRAL
Sul e TI bem na internacionalização

Região tem nove companhias em ranking de transnacionais da Fundação. Já o setor de TIC figura com seis empresas. 

Pixeon começa a internacionalização

A catarinense Pixeon cruzou as fronteiras do Brasil.

Com a meta de ter 10% do faturamento vindo de operações externas, a empresa começa a colher os resultados do esforço de prospecção e adesão a padrões internacionais na área médica iniciada no ano passado.

O primeiro passo fora do país é a Argentina. Desde novembro a empresa atua em Bunenos Aires.

PUC-RS: R$ 1,57 mi para internacionalização

A PUC-RS vai receber R$ 1,57 milhão do Programa Gaúcho de Parques Científicos e Tecnológicos (PGtec).

A verba será aplicada em laboratórios de prototipagem e uma sala de videoconferencia no Tecnopuc.

“São movimentos iniciais para a internacionalização do parque”, explica o pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, Jorge Audy.