Greg Dixon, diretor de tecnologia da ScanSource. Foto: Divulgação.

Por Greg Dixon
Em 2017, a Indústria da Tecnologia da Informação e Comunicação (ICT) terá que estar preparada para o “XaaS.” Mas, o que é X? X, como nós já sabemos, é software, infraestrutura, voz, comunicação unificada. Porém qual será a próxima grande oferta de solução como serviço? Antes de estabelecer isso é preciso analisar como as soluções como serviço afetam as soluções como um todo.  Na minha opinião, há seis tipos de fatores determinantes para as soluções como serviço.

 

1. Como as soluções como serviço determinam a forma como as soluções de tecnologia são compradas.

Tradicionalmente, o modelo de vendas B2B tem sido utilizado para comprar e vender soluções. Porém, atualmente a indústria está migrando para um mercado online – não somente para um produto, mas para uma solução que é necessária para resolver uma questão de negócios. 

Além disso, antigamente um RVA se comunicava com o CIO de uma empresa sobre a compra de soluções de tecnologia. Agora, são os tomadores de decisão de negócios que devem estar em primeiro lugar na lista de chamadas do RVA.

 

2. Soluções como serviço determinam como as soluções de tecnologia são entregues e instaladas. 

As soluções de tecnologia podem incluir produtos físicos (saídos de um armazém), produtos digitais (de um Centro de Dados ou de um Operador), ou o que é mais provável: uma combinação dos dois. No entanto, a nova pergunta que o RVA deve fazer è: Como esses produtos são entregues? 

 

3. A solução como serviço determina como a solução é paga. 

Uma segunda nova pergunta para o RAV fazer é “como você quer pagar?” . Nesse caso, o CFO poderá entrar na conversa e determinar qual orçamento será mais apropriado: CapEx ou OpEx. Novamente, uma combinação dos dois deve ser a resposta mais provável.

 

4. A solução como serviço determina como as soluções de tecnologia são consumidas.

Hoje em dia, a Solução Como Serviço possui um ciclo de vida contínuo e, portanto, deve ser gerenciada com base nisso.  Atualizações de tecnologia e de software e consertos de hardware são um fato constante. Por esse motivo, o modelo de contrato e de consumo deve ser renovável todo ano.   

 

5. A solução como serviço determina como as soluções de tecnologia são prolongadas e ajustadas.

 Ao utilizar as soluções como serviço, os ajustes são fáceis. A adição ou exclusão de licenças ou dispositivos, mudanças/adições/alterações, etc., são realizadas pelo RVA ou Provedor de Serviços Gerenciados (PSG) no mercado automatizado, a qualquer momento. 

 

6. A solução como serviço determina como as soluções de tecnologia são gerenciadas e mantidas. 

Nas ofertas de soluções como serviço, o serviço é automático e proativo, minimizando o tempo de paralisação e maximizando a utilização dos dispositivos. 

Atualmente, o canal está passando por uma era de profundas transições e nos próximos anos, a indústria terá que abordar aquilo que eu chamo de Qualquer Coisa como Serviço (AaaS). Todas as soluções de tecnologia serão afetadas de alguma forma pelas soluções como serviço, por isso é fundamental que nós entendamos e acomodemos qualquer tipo de solução de tecnologia para se adequar a uma oferta de como serviço.

No entanto, as transformações causadas pelos produtos como serviço não vão parar por aqui. Até 2019 ou 2020, ocorrerá uma mudança profunda causada pela migração do AaaS para o Tudo como serviço (EaaS). 

Neste período, as soluções de tecnologia incluirão mais componentes digitais e menos componentes físicos. Consequentemente, no próximo ano o canal deverá se preparar para o  XaaS, que se transformará no AaaS e eventualmente, no EaaS. Você estará pronto para isso?

*Greg Dixon é diretor de tecnologia da ScanSource.