Elenita Betiol, diretora de customer success da Pegasystems. Foto: divulgação.

A Pegasystems, empresa americana de CRM que está investindo forte no Brasil, anunciou a contratação de Elenita Betiol como diretora de customer success da companhia.

Betiol vem da Zendesk, onde atuava desde 2016, mais recentemente como diretora de contas health care. Anteriormente, foi consultora Salesforce e CPO da MakeITSimple Brazil.

Em seus 20 anos de carreira, a executiva também passou pelas empresas Viva, Conductor e Gafor Logística.

A profissional é graduada em ciências da computação pela Universidade São Judas Tadeu e especializada em gestão de projetos pelo Ibmec, além de ter estudado design thinking, estratégia digital e customer experience na MIT Sloan School of Management.

Na nova empresa, Betiol chega para apoiar o crescimento sustentável da Pegasystems para as Américas, de forma escalável, e vai liderar uma equipe multidisciplinar baseada no Brasil. 

A Pegasystems abriu uma operação em São Paulo em 2019 e, desde então, vem contratando executivos.

Em junho de 2020, trouxe Rafael Lameirão, ex-VP na concorrente Salesforce, para assumir seu recém-criado cargo de head de vendas para a América Latina.

O executivo se reporta a Maurício Prado Silva, diretor-geral da Pegasystems para América Latina, também contratado no início do ano passado. Ele veio da Oracle, onde era vice-presidente de vendas da área de business applications.

No decorrer do ano, 20 novos colaboradores chegaram à companhia. Entre eles, também estão: Daniela Fontolan, head de alianças; Miguel Assaf, head de consultoria de soluções; Anna Cotta, head de recursos humanos; e Juliana Moreira, head de marketing regional.

Apesar de ser um nome recente no país, a Pega tem alguns clientes de peso, entre eles a Oi, que usou a plataforma da empresa para criar um sistema unificado com 22 operações, nove mil agentes de central de atendimento e 1 mil lojas.

Fundada em 1983, em Massachusetts, a Pega conta com mais de 4 mil colaboradores em 38 países, tendo Estados Unidos, Reino Unido e Austrália como suas principais bases. A empresa fatura anualmente cerca de US$ 900 milhões.