Miriam Bertholdo, Joab Brito e Bruno Giordano, CISO da Ativy Digital. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Mondial, uma das maiores marcas de eletrodomésticos portáteis do Brasil, está migrando para o SAP S/4 Hana e escolheu a Ativy Digital, companhia de cloud computing, serviços gerenciados de TI e cibersegurança, para sustentar o ambiente do novo ERP. 

Inicialmente, a indústria contratou 12 servidores virtuais para sustentação e colocation do sistema de gestão, além do serviço de Disaster Recovery da Ativy Digital.

"Estamos colocando o principal sistema da companhia dentro de um ambiente e precisamos ter confiança não apenas na questão da segurança, mas na continuidade; e a Ativy Digital provê esse serviço. Além disso, como o fornecedor faz parte de um ecossistema de tecnologia, conseguimos ter dentro de um único parceiro toda essa sinergia e toda essa arquitetura implementada”, destaca Joab Brito, gerente de TI da Mondial.

Brito conta que já conhecia o trabalho da Ativy Digital desde a Natulab, farmacêutica onde atuou até março de 2021 e foi muito bem atendido pela empresa de tecnologia.

“Quando a gente concebeu o projeto aqui da Mondial, em parceria com a Engine, já identificamos que o melhor cenário seria fazer o projeto com a Ativy Digital. Pelo mesmo modelo que já tínhamos feito no passado com essa outra indústria”, conta. 

Isso porque, ao montar a estrutura e arquitetura do novo projeto, o gerente buscou uma solução que fosse sustentável e escalável, além de ser focada na segurança de dados.

“A gente vê um movimento bastante crítico no mercado e as questões de cybersecurity estão em alta. Temos uma preocupação muito grande com isso e sabemos que a Ativy Digital tem um trabalho muito forte nesse sentido. Essa expertise atendia de forma bastante segura e robusta o projeto da Mondial”, explica Brito, que também chancelou a contratação da solução de Security Operation Center (SOC) da Ativy Digital.

Com um contrato de cinco anos com a Ativy Digital, o projeto começou em outubro de 2021 e o go live do S/4 Hana está previsto para junho deste ano.

Quanto ao processo de implantação, Brito afirma que a Ativy Digital está atingindo 100% das expectativas, com todo o processo de disponibilização do ambiente em cloud para que a empresa possa disponibilizar as máquinas onde vão ser implantados os sistemas.

“A gente acredita muito no projeto da Mondial, não só na característica de ser um fornecedor que vai apoiar as demandas de cloud e cybersecurity, mas também em tudo o que a Ativy pode entregar, hoje e no futuro, enquanto ecossistema de tecnologias integradas em nuvem”, afirma Miriam Bertholdo, head de strategic business da Ativy Digital.

A curto prazo, a expectativa da Mondial com a implantação é dar um salto de qualidade não somente em relação ao sistema, mas também à infraestrutura — com ela totalmente dentro do compliance no que diz respeito à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

No médio prazo, a companhia entende que dará um salto na qualidade dos seus processos, pois vem crescendo ano após ano e respira tecnologia, o que reflete na qualidade dos seus produtos, processos produtivos e no que a empresa provê para os seus colaboradores. 

“A gente identificou que é necessário primeiro corrigir o curso e depois ir aproximando a área de TI com o negócio. Então, a substituição do ERP é o primeiro passo para que a gente consiga identificar o roadmap para todo o processo de transformação digital da Mondial, que é de médio a longo prazo”, explica Brito.

Fundada em 2000 e com sede em Barueri, município da região metropolitana de São Paulo, a Mondial tem fábricas na Bahia e no Amazonas, centros de distribuição de São Paulo e Santa Catarina, além de escritórios administrativos em São Paulo e na China.

Antes denominada Ascenty, a Ativy passou a ter o nome atual em 2012, quando o grupo vendeu sua operação de data center e focou nas soluções de cloud. Em junho de 2021, a marca foi reposicionada e parte do portfólio — cloud services, cibersegurança e MSP — ficou sob a chancela de Ativy Digital.

Hoje, a Ativy é um ecossistema cujo objetivo é humanizar empresas para empoderar pessoas. Contando com  mais de 350 colaboradores, impacta mais de 1 milhão de indivíduos com mais de 10 marcas em operação no Brasil e na América Latina. 

Além da Ativy Digital, o grupo conta com as startups Boty (RPA e chatbot), Empresto+ (crédito pessoal), Callface (PABX), 4money (capital de giro para empresas), Daty (cultura data-driven), Boxfy (virtualização de desktops), Fieldy (mobilidade), Invent (soluções fiscais, bancárias e de contratos para SAP B1) e Openy (uma espécie de Airbnb corporativo).