Oscar Valliatti Filho. Foto: divulgação.

O grupo JMalucelli, paranaense que reúne mais de 70 empresas, está em andamento com a construção de um novo data center, que ficará em Curitiba e tem investimento geral previsto de R$ 3 milhões, com capacidade para até 20 racks que poderão garantir até 2,7 mil servidores virtuais.

A capacidade máxima é projetada para suportar até 15 anos de crescimento da organização, que ainda não fechou os números de 2012, mas projetava faturamento de R$ 2 bilhões.

De início, o data center larga com nove racks, o que já amplia em muito a capacidade atual, de cerca de 370 servidores virtuais.

O projeto reúne equipamentos HP e 100% de virtualização, com HP e VMware.

As obras civis, que somarão 60 m2 de área, ficam prontas por volta de abril. Já a ativação da estrutura deve ocorrer até o fim deste ano.

O gerente de TI do CSC JMalucelli, Oscar Valliatti Filho, explica que até agora a estrutura de armazenamento do grupo fica no próprio Centro de Serviços Compartilhados, exceto para o Paraná Banco, empresa da corporação que tem dois data centers próprios.

“De 2009 para cá nosso número de usuários cresceu 80%, somando, atualmente, cerca de 1,6 mil pessoas. Foi preciso ampliar a capacidade do data center para dar suporte à toda a operação”, ressalta Valiatti Filho.

No CSC também há planos de expansão de storage HP.

Outros projetos em andamento na TI do grupo são a mudança do portal corporativo para Sharepoint e a expansão do BI QlikView, que a empresa implantou no ano passado com consultoria da curitibana Target Soluções Integradas, para a JMalucelli Energia.

Em 2012, o BI foi customizado no CSC e passou a atender à área de Controladoria, que presta serviços a todas as empresas do grupo.

Só na construtora, o QlikView foi comprado, implantado, integrado ao ERP Totvs, que a empresa usa desde 2008, e entrou em uso em cerca de quatro meses.

Também em 2013 a TI do grupo irá reestruturar o help desk, em alinhamento às normas do ITIL. 

Além de construção, banco e energia, o Grupo J Malucelli atua em áreas como comércio, concessões de rodovias, seguros, comunicação e outros.