INVESTIMENTO

Unicred destina R$ 21 milhões para TI

06/04/2018 14:35

Um dos focos e o desenvolvimento de novas funções no mobile-banking.

Edson Solka, diretor de TI da Unicred. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Unicred, instituição financeira cooperativa presente em todo o país, prevê que cerca de R$ 21 milhões serão aplicados em inovação e tecnologia durante o ano de 2018.

A organização possui uma confederação e quatro centrais que concentram todas as solicitações internas de atendimento de TI feitas pelas 34 cooperativas, às quais estão ligadas 238 unidades de atendimento ao cooperado - distribuídas em 10 estados.

O valor aplicado em tecnologia é dividido em R$ 11 milhões para investimentos de capital (Capex) e R$ 10 milhões em despesas operacionais (Opex).

A empresa prevê três linhas para a aplicação dos recursos: projetos já em andamento, desenvolvimento de novos recursos para os canais digitais e projetos legais.

“Um exemplo de projeto em andamento é a evolução tecnológica do nosso core-banking, que envolve anos de investimento em processos de transformação digital”, relata Edson Solka, diretor de TI da Unicred.

Entre as atualizações feitas em 2017 nos canais internet-banking e mobile-banking, um destaque foi a inserção da função de crédito pré-aprovado.

“Após a disponibilização dessa função, conseguimos uma cifra de mais de R$ 100 milhões em crédito concedido em um curto tempo. Isso nos motivou a olhar para esse canal de negócios e, assim, estamos agora pilotando a possibilidade de realizar financiamento de veículos pelos sistemas digitais, assim como antecipação de recebíveis de cartão de crédito”, detalha Solka.

A Unicred atua com desenvolvimento próprio para os recursos do core-banking e canais online. Com isso, o valor de investimento será aplicado nas equipes que trabalham nos projetos - tanto internas quanto terceirizadas.

Hoje a área de TI conta com cerca de 150 pessoas no time próprio. Além disso, há equipes terceirizadas formadas por 70 profissionais, que podem subir para 90 ao longo do ano com a criação dos novos recursos.

“Os projetos novos envolvem as partes de canais digitais, que queremos dar um destaque em 2018, possibilitando, por exemplo, o depósito de cheques dentro do mobile-banking. Estudamos também a possibilidade de utilizar novos ATMs com tecnologia de reciclagem, também com depósito de cheques de forma digital”, explica.

O internet banking Pessoa Jurídica também receberá novas funcionalidades, buscando aumentar a utilização deste canal de atendimento. 

A Unicred fechou 2017 com um total de 57% das transações dos clientes feitas pelos canais de internet-banking e mobile-banking. Neste ano, a meta é subir a taxa para 60%.

Veja também

FINTECH
Toro cria corretora de valores após aporte

O movimento foi iniciado após um aporte de R$ 46 milhões recebido por cerca de 25% de suas ações.

CONCORRÊNCIA
Nubank leva Cade a investigar bancos

O conselho abriu um inquérito após receber uma representação da fintech.

PAGAMENTO
Apple Pay chegará ao Brasil com Itaú

O Apple Pay vai ser lançado em breve no Brasil, de acordo com informações divulgadas por Tim Cook.

MESSENGER
BB libera transações pelo Facebook

A iniciativa contará com cerca de 1 mil clientes na primeira fase de testes.

MOEDAS
BNDES terá blockchain

A moeda ainda não tem nome, mas deve começar a circular em maio.

BANCO
Sicredi lança plataforma Woop

A Woop Sicredi faz parte do processo de transformação digital iniciado pelo Sicredi em 2017.

FINTECH
Nubank contrata ex-diretor do Facebook

Bruno Magrani vai liderar as relações institucionais da fintech.

ALPHAVILLE
Bradesco abre InovaBra Lab

O espaço reunirá parceiros do banco como Cisco, Dell EMC, Google, IBM, Intel, Microsoft e Oracle.