STATUS CLUB

Clube de benefícios chega no Instagram

06/05/2015 14:09

Para montar a empresa, os sócios investiram R$ 120 mil.

Victor Sidoni, Rodrigo Lopes e Yago Lopes, sócios do Status Club. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

Usuários do Instagram que possuem mais de dois mil seguidores podem fazer parte do Status Club, um clube de benefícios criado para os usuários considerados influentes na rede.

Para montar a empresa, os sócios investiram R$ 120 mil. Eles esperam faturar cerca de R$ 500 mil em 2015.

O associado do clube, ao visitar locais parceiros, posta uma foto ao realizar o check-in e ganha descontos. 

Os fundadores do clube são os cariocas Yago Lopes, Victor Sidoni e Rodrigo Lopes. Rodrigo estuda engenharia de petróleo na PUC-Rio, enquanto Yago e  Victor são formados em artes cênicas e trabalhavam como produtores artísticos. 

A partir das parcerias comerciais e contatos do meio artístico, o clube conta com algumas celebridades - ou “subcelebridades” - entre os cadastrados. 

Anna Rita Cerqueira, atriz da Record com 234 mil seguidores no Instagram; Lidiane Rodrigues, bailarina do Faustão com 28 mil followers; e Eduardo Melo, ator da Globo com 89 mil, são alguns dos nomes da televisão divulgados pela empresa.

Na Globo, Anna Rita atuou em Malhação no ano de 2013. Em 2015, passou para o elenco da Record, na produção Milagres de Jesus. Melo está no elenco da nova novela da Globo, I Love Paraisópolis, e já atuou em Malhação.

O clube também conta com membros creditados de forma mais inusitada. Jessica Gunter, por exemplo, tem fama por ser ex-namorada de Olin Batista (filho de Eike) e Enzo Celulari (filho de Edson Celulari e Claudia Raia. Ela tem 26 mil seguidores no Instagram.

“É preciso que os associados sejam realmente influentes. Analisamos, além do número de seguidores, o número de curtidas, a rede de relacionamentos e ferramentas contra perfis fakes e perfis alterados”, afirma Rodrigo Lopes, diretor de Operações.

Através da influência dos membros, a Status Club afirma que “faz a ponte entre o usuário e os parceiros, que são divulgados e indicados de forma instantânea, natural e orgânica,  aumentando sua visibilidade”. 

“Em dois meses já conquistamos 500 associados e 60 empresas parceiras no Rio”, afirma Victor Sidoni, diretor comercial e financeiro da startup.

Inicialmente, a Status Club está presente no Rio de Janeiro, concentrando a maior parte de seus parceiros nas regiões oeste e sul da cidade. 

“Queremos expandir os benefícios do programa para todo o sudeste ainda este ano e todo o país em 2016”, afirma Yago Lopes, diretor de Marketing. 

O clube conta com restaurantes, bares, boates, clinicas de estética, academias e outros locais cadastrados.

Veja também

SOCIAL MEDIA
Facebook: rede mais usada por jovens

A Forrester Research perguntou a 4.517 jovens como era seu uso de mídia social.

DISPUTA
Maybee: mais um app de balada em Caxias

App cobra R$ 150 ao mês de empresas que queiram controlar sua página e receber informações de usuários. 

CENTAVOS OU LIKES?
Joyz: app em que fotos rendem dinheiro

O Joyz funciona como o Instagram, mas é possível pagar 1 joyz (US$ 0,10) para cada publicação.

FENÔMENO
Pau de selfie: sucesso ou piada?

Em 10 dias, a AirStrip detectou 83.082 posts no Facebook, Twitter e Instagram sobre o acessório.

EXPANSÃO
Startup Pip! tem novo sócio

Klein é diretor da Experia, especialista em desenvolvimento de softwares on demand. 

SHOW ME THE MONEY
YouTube: audiência de 1 bilhão, lucro zero

A unidade foi responsável por 6% das vendas do Google em 2014, mas não contribuiu para o lucro.

REDE SOCIAL
Instagram lança publicidade no Brasil

Avon, Coca-cola, Visa e Vivo são algumas das marcas que terão campanhas na plataforma.