Adriano Luz, country manager da ZyXEL no Brasil. Foto: Divulgação.

A ZyXEL, multinacional taiwanesa especializada em soluções de conectividade, anunciou mais três parceiros para a distribuição de seus produtos em todo o Brasil. A empresa firmou acordos com Infortel, distribuidora baseada em Porto Alegre; Axyon, de São Paulo; e Horus, de Brasília.

A Infortel está no mercado de tecnologia há cerca de 15 anos e, além de integrar soluções de rede, também tem forte atuação na área de pesquisas. A empresa é parceira da Universidade Federal do Rio Grande do Sul em estudos sobre fibra ótica.

Já a Axyon atua no mercado há cerca de 6 anos. A empresa é focada em vendas através de canais para diversas verticais, especialmente segurança de redes, que corresponde a 10% do faturamento da Axyon. Além disso, essa vertical cresce anualmente cerca 15%. 

“A parceria com a ZyXEL surge em um momento extremamente oportuno, pois todas as nossas verticais de atuação utilizam switches. Assim, vamos poder promover o cross-selling com certa facilidade. A ZyXEL chega ao mercado para ser uma marca altamente competitiva em termos de preço e qualidade”, comenta Rodrigo Martini, diretor de Vendas e Marketing da Axyon.

Sediada em Brasília e com filial em Goiânia, a Horus Telecom tem tradição no planejamento e execução de grandes projetos, como aeroportos, edifícios e estádios. A empresa conta com 100 colaboradores.

O portfólio de produtos oferecidos pela ZyXEL no mercado nacional tem foco no segmento de pequenas e médias empresas e é composto de firewall, wireless LAN, WLAN controllers, switches e gateways.

Além das três novas distribuidoras, a ZyXEL anunciou em janeiro um acordo com a baiana Handytech.

A ZyXEL mantém filiais na América do Norte, Europa, Ásia, e agora no Brasil. Com 25 anos de mercado, a marca é uma das principais do segmento de redes para PMEs na Ásia e Europa, com cerca de 400 mil empresas clientes e mais de 70 milhões de usuários finais.

Depois de uma tentativa de entrar no mercado nacional em 2009, a fabricante está novamente apostando no Brasil. Em janeiro a companhia anunciou um investimento de R$ 15 milhões para o país.

O investimento no negócio foi dividido em três estratégias centrais: a garantia da oferta de produtos locais, o trabalho através de revendedores e a expansão do time brasileiro para suportar o crescimento a médio prazo.