Newton Braga Rosa.

Tamanho da fonte: -A+A

Newton Braga Rosa não vai concorrer a um terceiro mandato de vereador pelo PP nas eleições municipais de Porto Alegre, cuja corrida eleitoral foi aberta nesta sexta-feira, 06.

O ex-secretário da Inovapoa afirma no entanto que não deixou a política. Apesar de não dizer quais serão seus próximos passos, Newton dá uma pista ao explicar porque decidiu deixar a Câmara.

“As coisas que realmente importam para a TI se decidem em nível federal”, afirmou Newton que conversou com a reportagem do Baguete Diário na festa dos 26 anos do Seprorgs em Porto Alegre.

Newton havia deixado em maio o cargo no Inovapoa, secretaria de inovação de Porto Alegre, o que parecia sinalizar uma intenção de candidatar-se novamente.

O mês era o prazo máximo para a descompatibilização de cargos públicos dos futuros candidatos.

Newton vinha numa trajetória ascendente em termos de votação, tendo feito quatro mil votos e chegado a vereador suplente no pleito passado. A cifra foi o dobro da obtida na primeira candidatura.

Desde então, o nome de Newton chegou a ser cotado para ser vice em uma possível coligação com o PC do B de Manuela Dávila para a prefeitura.

Defendida pela senadora Ana Amélia Lemos, a coligação não foi aprovada pelo resto do PP, que acabou permanecendo ao lado de José Fortunati, do PDT.

Na Inovapoa, a principal realização de Newton foi a criação do Unipoa, um programa através do qual universidades particulares podem converter a concessão de bolsas de estudos em descontos no ISSQN.