André Horta. Foto: divulgação.

A BitcoinToYou, exchange brasileira de moedas virtuais, investiu para ampliar seu leque de serviços, agora operando também como uma empresa de serviços bancários.

A mudança ocorreu após a companhia, fundada em 2013, firmou uma parceria com a Real Bit Investiments, mineradora norte-americana de Bitcoins, para ganhar liquidez financeira e, assim agregar funcionalidades como quitação de contas, boletos, transferências e recarga de celular.

Inicialmente, a companhia atuava convertendo a moeda digital para dinheiro físico, além de administrar a carteira de clientes online. De acordo com a companhia, em dois anos de mercado foram somados cerca de 10 mil clientes.

A empresa lança em julho seu novo portal e um aplicativo para os usuários comprarem e venderem a moeda via smartphone. O app facilita a compra, venda e administração da carteira online, com a possibilidade de realizar pagamentos diretamente pelo celular.

"Com a oferta de recursos que antes só eram oferecidos pelos bancos, temos a expectativa de alcançarmos 50 mil clientes em mais um ano", afirma André Hora, diretor da BitcoinToYou.

Com os investimentos da mineradora – que possui datacenters para produção de Bitcoins nos Estados Unidos e China –, a companhia terá ganhos em volume operacional, o que viabiliza os serviços de pagamentos e transferências pela internet, com tarifas inferiores aos bancos tradicionais.

"Os clientes questionavam se era possível pagar boletos com o Bitcoin, fazer recarga de celular ou enviar e receber pagamentos por e-mail como é feito com o PayPal, daí surgiu a necessidade de atualizarmos a plataforma para prover estes recursos, que começam agora em julho", completa o executivo.

A fusão também permite a compra do Bitcoin por uma cotação abaixo da oferecida no mercado nacional. Atualmente, o Bitcoin é vendido por cerca de R$ 800 no país.

Outra novidade é um cartão de débito da BitcoinToYou, previsto para ser lançado ainda este ano. “Com ele, a pessoa poderá fazer compras em qualquer estabelecimento com o Bitcoin, já que fazemos a conversão automática para reais”, detalha o diretor da exchange.

O objetivo do investimento da mineradora americana é alavancar a operação da companhia e torná-la a maior da área no Brasil. Com nova sede em São Paulo e quatro agências físicas – Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre e Brasília – a BitcoinToYou espera ganhar projeção internacional com a fusão.

“Faremos uma série de novos aportes ainda esse ano para ampliar a operação da empresa para outras regiões do país e para o exterior”, informa Bernardo Schucman, CEO da Real Bit Investiments.

Segundo Horta, depois do boom seguido do período turbulento que a moeda passou em 2014, em função de problemas em exchanges como o caso da japosesa Mt. Gox, a moeda está em um momento de estabilização, retomando o crescimento de forma mais racional.

"Bitcoin deixou de ser utilizado para compras ilícitas e está se tornando uma moeda de troca de produtos em vários sites, como Microsoft e Dell. Além disso, bancos de todo os mundo estão fazendo experimentos com o Bitcoin para poderem utilizá-lo, é o caso do banco americano Bank of America, Santander e UBS", finaliza o executivo.