Augusto Cavalcanti, CEO da Daitan.

Tamanho da fonte: -A+A

A Encora, uma multinacional americana de desenvolvimento de software, comprou a Daitan, uma companhia do mesmo segmento sediada nos Estados Unidos, mas com a maior parte dos seus funcionários no Brasil.

A Daitan tem cerca de 600 funcionários, ao redor de 500 deles baseados em Campinas e o restante nos Estados Unidos e no Canadá. 

A empresa é discreta, mas teve um faturamento respeitável de US$ 34 milhões em 2019, acumulando um crescimento de 157% entre 2016 e 2019, segundo revela um ranking do Financial Times. 

A Encora é uma empresa maior, com cerca de 5 mil colaboradores em todo o mundo.

A Encora recebeu um aporte de capital de US$ 200 milhões do fundo Warburg Pincus em agosto de 2019, o que provavelmente está financiando a aquisição, cujo valor não foi revelado.

“Esta é uma excelente oportunidade de continuar nossa jornada de crescimento como parte da Encora e construir uma empresa líder mundial em serviços de engenharia de software”, afirmou Augusto Cavalcanti, CEO da Daitan. 

Cavalcanti fundou a Daitan em 2004, recém saído da gigante de telecomunicações Lucent, onde era o responsável pelo time de pesquisa e desenvolvimento para o Brasil e Estados Unidos.

O profissional entrou na Lucent quando ela adquiriu em 1999 a Zetax, empresa de equipamento para telecom fundada por Cavalcanti ainda no final dos anos 80.