TCU INFORMA

Positivo é a que mais vende para governo

06/11/2012 11:18

Paranaense lidera ranking de fornecedores privados, com R$ 1 bilhão em vendas de 2007 a 2012.

Tablets lideram compras do governo. O Senado que o diga. Foto: flickr.com/photos/agenciasenado

Tamanho da fonte: -A+A

Dentre os fornecedores privados, a Positivo é a empresa que mais vende para o governo brasileiro, segundo dados divulgados pelo TCU referentes ao intervalo de janeiro de 2007 a junho de 2012.

No período, a companhia vendeu aproximadamente R$ 1 bilhão em soluções para diversos órgãos do governo, segmento que representa 15% dos negócios da empresa paranaense.

No setor, a Positivo tem atuação destacada na área educacional. Conforme dados de seu site, a empresa vendeu mais de 100 mil computadores para o MEC em 2008 e 2009. 

Mais recentemente, em outubro deste ano, a companhia venceu licitação para venda de 32 mil tablets Ypy para o Governo do Paraná, que serão entregues a 27 mil professores de ensino médio do estado, ao valor de R$ 276 cada aparelho de (7’’) e R$ 462 (10”).

Os tablets, aliás, têm sido as vedetes das compras do governo federal em 2012: no primeiro semestre do ano, ficaram com fatia de 45% das compras, totalizando R$ 337,9 milhões, segundo levantamento do Ministério do Planejamento.

O mesmo estudo mostra que de janeiro a junho deste ano o Ministério da Educação foi o órgão federal que mais realizou compras de TI, respondendo por 59% dessas contratações, o equivalente a R$ 499,3 milhões.

No atual relatório do TCU, batizado de Observatório Sefti  e elaborado em conjunto com a Secretaria de Fiscalização de Tecnologia da Informação do Governo Federal, a lista de fornecedores da área privada traz, atrás da Positivo, Embratel, CTIS, Procomp, HP, Itautec, Oi e IBM, nessa ordem, informa o Convergência Digital.

Já na esfera pública, os citados são o Serpro, que lidera, com vendas de R$ 5 bilhões entre 2007 e 2012, seguido pela Dataprev, com um total aproximado de R$ 2 bilhões no período.

Conforme divulgado pelo TCU, o relatório começou a ser criado em setembro deste ano e permite a identificação online dos números da TI no governo federal, os maiores vendedores e compradores.

A lista também indica os itens mais comprados, e no topo vêm os serviços técnicos profissionais, com cerca de R$ 10 bilhões em compras no período avaliado.

Os equipamentos ficam com o segundo lugar, somando R$ 7,5 bilhões.

Depois, vêm serviços de apoio administrativo, técnico e operacional; comunicação de dados; manutenção de equipamentos; material; manutenção de software; locação de software; aquisição de software, nesta ordem.

Por setor, o de administração é o que mais compra.

Na sequência vêm educação, judiciário e saúde.

Veja também

EDUCAÇÃO CONECTADA
Positivo: 32 mil tablets para governo do PR

Contrato beneficia 27 mil professores de ensino médio com tablets da segunda geração da linha Positivo Ypy, com Android 4.0 e recursos WiFi.

NOVOS PRODUTOS
Positivo no mercado de smartphones

Empresa quer aproveitar o crescimento do mercado e a isenção de impostos na fabricação dos aparelhos celulares.

TRIMESTRE BOM
Positivo reverte prejuízo e lucra R$ 1,6 milhão

A reversão foi conquistada apesar de uma queda de 4,7% na receita da empresa, que foi de R$ 522,6 milhões no 2T12.

Positivo reclama liderança em PCs do BR

Com market share de 13,5% no segundo trimestre, a Positivo Informática volta a reclamar a liderança em vendas de computadores no mercado brasileiro.

Segundo a empresa, sua participação é 28,6% e 74,2% a mais em unidades do que a segunda e terceira colocadas, respectivamente, citando dados da consultoria IDC.

Líder em vendas de computadores no Brasil há alguns anos, a empresa teria perdido a frente no 1T11.

TI MAIOR
Governo lança estímulo para TI

Programa TI Maior tem recursos de  R$ 486 milhões até 2015 para o desenvolvimento de projetos na área de tecnologia.