Renato Ciuchini, vice-presidente de estratégia e transformação da TIM Brasil. Foto: divulgação.

A TIM vai criar uma área para a monetização de dados e o primeiro produto será a realização de pesquisas para terceiros.

Segundo o site Mobile Time, a área será comandada por Leo Siqueira, atual head de transformação da companhia, e uma primeira análise para terceiros está sendo negociada, podendo acontecer ainda em janeiro.

Para isso, a operadora conta com 7 milhões de clientes que autorizam ser contactados para responder à pesquisas e, por enquanto, vem testando o produto com perguntas sobre seus próprios serviços. 

Na parceria com o C6 Bank, por exemplo, a operadora mediu o interesse dos clientes por um banco digital. Além disso, estão sendo realizados estudos de perfil, com dados demográficos sobre os clientes. 

As pesquisas são realizadas pelo portal meuplano.tim.com.br, que recebe em média 8 milhões de usuários únicos por mês. Em cada uma, são cerca de 130 mil respondentes por dia e 650 mil por mês.

“Conseguimos superar facilmente 100 mil respostas em poucos dias. E aí vimos que dava para criar um produto em cima disso. Podemos usar até para geração de leads”, contou Renato Ciuchini, vice-presidente de estratégia e transformação da TIM Brasil, ao Mobile Time.

Em troca da participação em cada pesquisa, o assinante da TIM recebe um bônus de internet móvel. Essa gratificação varia de acordo com a quantidade de questionamentos, começando por 20 MB e podendo chegar, no futuro, a 1 GB.

A TIM nasceu em 1995 no Brasil após a divisão das atividades de telefonia fixa e móvel da Telecom Italia. Em 2019, a empresa listada na B3 e na NYSE lucrou R$ 2,04 bilhões.