O produto mede a temperatura corporal e identifica se as pessoas estão utilizando a máscara facial corretamente. Foto: divulgação.

O Catuaí Shopping Londrina, localizado na cidade paranaense com cerca de 575 mil habitantes, implantou controladores de acesso por leitura facial da Intelbras, fabricante de equipamentos de segurança, redes e telecomunicações, para controlar o acesso ao empreendimento.

Os produtos, que utilizam inteligência artificial, foram colocados em todas as entradas do centro de compras no segundo semestre de 2020. 

A proposta é realizar o controle de acesso sem contato físico e evitar aglomerações, além de medir a temperatura corporal e identificar se as pessoas estão utilizando a máscara facial de forma correta para prevenir o contágio do novo coronavírus.

Antes do uso das soluções térmicas, o shopping alocava funcionários em cada acesso para aferir a temperatura dos clientes, o que agora é acompanhado à distância e permite a realocação dos funcionários para tarefas mais estratégicas.

Ao serem geradas pelos controladores de acesso, as imagens são enviadas para a central de monitoramento do shopping, onde é feito o acompanhamento dos acessos em tempo real.

Caso algum cliente esteja com febre ou usando a máscara incorretamente, por exemplo, é gerado um alarme pop-up na central e o funcionário pode acionar o segurança mais próximo para resolver a situação.

As imagens geradas são gerenciadas de forma unificada pelo Software Defense IA, que controla as permissões de acesso de usuários e prepara relatórios de contagem de pessoas, mapa de calor, tempo médio em fila, entre outros dados, para o departamento de segurança do centro de compras.

“No início, os usávamos apenas para o controle de entrada dos nossos funcionários, mas,  pela praticidade e precisão, adquirimos outros, que agora estão sendo usados em cinco acessos do shopping”, conta Diego Peralta, superintendente do Catuaí Shopping.

Segundo a Intelbras, os dispositivos são os mais rápidos do mercado brasileiro, capazes de realizar a leitura de rostos em até 0,2 segundo.

“Desenvolvemos em um curto período de tempo produtos ideais para promover maior segurança e contribuir com a continuidade das atividades de empresas como o Catuaí na pandemia”, afirma Paulo Daniel Correa, diretor da unidade de controle de acesso da Intelbras.

O Catuaí Shopping foi inaugurado em 1990 e está entre os maiores empreendimentos do gênero no Sul do país, com área construída superior a 134 mil m² e 270 lojas. O empreendimento é administrado desde 2011 pela brMalls e conta com 2,8 mil funcionários diretos.

Fundada em 1976 em Santa Catarina, a Intelbras é uma empresa de grande porte, com um faturamento de R$ 1,9 bilhão em 2019 e presente em 44% do market share no Brasil em segurança eletrônica. 

Com atuação em segmentos como centrais de PABX, telefones, câmeras, gravadores de imagem e centrais de alarmes monitoradas, a empresa tem fábricas na catarinense São José, em Manaus e na mineira Santa Rita do Sapucaí, além de exportar seus produtos para mais de 20 países.